Palmeiras rebaixado para a Segunda Divisão!!


Agora é oficial. Depois de um longo período de sofrimento e cansaço após a frequente ameaça, foi confirmado. O Palmeiras jogará a segunda divisão em 2013. Curiosamente, o golpe de misericordia coube a um velho conhecido da torcida alviverde, que aliás deixou o clube pela porta dos fundos, escurraçado e agredido fisicamente por supostos torcedores. Vágner Love fez o gol que tirou a vitória do Verdão neste domingo e acabou com qualquer esperança palestrina de permanecer na elite do futebol nacional.

Como até aconteceu nas últimas rodadas, diante dos fortes adversários Botafogo e Fluminense, o Palmeiras começou bem o jogo frente ao Flamengo, partindo para cima e não deixando os rivais respirarem, mesmo atuando em Volta Redonda. Arriscando principalmente em finalizações de longa distância, o torcedor paulista sofreu alguns sustos em contra-ataques flamenguistas, sobretudo pela lado direito de ataque, onde o lateral Juninho, visivelmente nervoso, não dava conta dos avanços de Wellington Silva e Ibson. Mesmo assim, nenhuma chance de demasiado perigo chegava na meta de Bruno.

Se Juninho era o mais nervoso, Barcos era, apenas para variar, o que mais buscava o jogo. Até por estar isolado na frente, o camisa 9 voltava até atrás do meio campo para buscar a bola. Pela pontas, Maikon Leite e Mazinho tentavam a velocidade para superar os marcadores, mas nem sempre com muita efetividade. Preocupado com possíveis espaços, Gilson Kleina segurou Artur, que praticamente não apoio o ataque. Curiosamente, foi justamente por ali que apareceu a melkhor chance do Fla no primeiro tempo. Hernane encontrou brechas por aquele setor, fez boa jogada e serviu Vágner Love, livre dentro da grande área. Dessa vez, o centroavante não justificou o faro de gol e mandou muito por cima.

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo fez valer o mando de campo e se impôs, aumentando o grau de desespero aos já aflitos palmeirenses. À medida que os minutos iam passando o nervosismo alviverde ia aumentando e os rubro-negros tentavam se aproveitar desta situação, ficando cada vez mais tempo no campo de ataque. A coisa parecia piorar ainda mais quando o meia Tiago Real caiu de mau jeito e deslocou o ombro, tendo de ser substituído pelo atacante Vinícius, de apenas 19 anos.

E não é que foi justamente o garoto que mudou o panorama do jogo?! Vinícius, que até aqui havia tido pouquíssimas chances no Verdão, valorizou um pouco mais a posse e manteve a bola no setor de ataque. E na primeira tentativa mais efetiva do camisa 45, ele dominou a bola pelo lado esquerdo, partiu para cima da marcação, cortou para o meio e bateu forte com o pé direito. Contando com grande colaboração do goleiro Paulo Vitor, que espalmou a bola para dentro, o Palmeiras abria o placar e renovava a esperança do torcedor.

Nada mais justo. A comemoração foi sofrida, emocionante, com todo direito. Era o que o Palmeiras precisava. Por falar em o que o Palmeiras precisava, a essa altura o Bahia empatava com a Ponte Preta, o que mantinha as chances palmeirenses. Dorival Júnior tentou motivar o Flamengo, sacando os inoperantes Ibson e Hernane, e mandando a campo os jovens Paulo Sérgio e Mattheus. O Mengão foi mais pra cima e acabou ficando mais vulnerável a contra-ataques. Em um deles, Artur fez lançamento longo e encontrou um solitário Maikon Leite, sem marcação. O camisa 7 avançou pra fazer o gol da vitória. Mas ele não saiu. Maikon Leite, de frente para Paulo Vitor, chutou para fora e perdeu chance que não poderia perder.

O primeiro sinal de que as coisas boas não iriam durar muito tempo foi o gol do Bahia, no estádio de Pituaçu. E como nada que está ruim não possa piorar, aos 43 minutos da etapa final, contra-ataque rápido, Wellington Bruno acionou Vágner Love que disparou em direção ao gol de Bruno. O palmeirense Román correu atrás do camisa 99, que invadiu a área e bateu de pé esquerdo, a bola iria fora, ou no máximo iria parar nos braços do goleiro palmeirense. Entretanto, Román tentou salvar e deu um carrinho. A bola bateu na perna do defensor e encobriu um Bruno caído no gramado e lamentando mais um infeliz lance de azar. Flamengo 1 x 1 Palmeiras. O empate levou o Palmeiras aos 34 pontos, seis atrás da Portuguesa, primeira equipe fora da zona de rebaixamento, já que o Bahia venceu mesmo a Ponte Preta e pulou para os 43. Mas ainda restava um fio de esperança. O jogo da Lusa seria mais tarde, contra o Grêmio, no Canindé. E os rubro-verdes não poderiam pontuar.

Mas pontuaram. Depois de abrir 2 a 0, a Lusa ainda viu os gaúchos empatarem em 2 a 2, mas um ponto foi somado, o que fez com que a Portuguesa chegasse aos 41, sete a frente do Palmeiras. Com dois jogos por jogar ainda no Brasileirão, o Palmeiras retorna à Segunda Divisão após nove anos. Já a Portuguesa tem boas chances de se juntar aos palmeirenses na Série B. Com 41 pontos, a Lusa está apenas um ponto a frente do Sport, primeiro dentro da zona de degola. O Bahia, com 43, precisa de mais uma vitória para se livrar totalmente de qualquer ameaça.

Já os campeões brasileiros do Fluminense, tiveram a faixa carimbada pelo Cruzeiro, que venceu por 2 a 0, em pleno Engenhão, mas não atrapalhou muito a festa dos campeões, que receberam a taça e comemoraram bastante. Outro que fez festa foi o São Paulo. Além da estreia de Paulo Henrique Ganso, que entrou no segundo tempo e jogou cerca de 30 minutos, o Tricolor contou, mais uma vez, com excelentes atuações de Luis Fabiano e Rogério Ceni, autores dos gols da vitória de 2 a 1 sobre o Náutico, e garantiu a vaga na Libertadores, mesmo ainda brigando pelo título da Copa Sulamericana.

*Rodada 36*
Sábado – 17/11/2012
Coritiba 1 x 2 Vasco – Couto Pereira/Curitiba(PR)
Santos 2 x 0 Figueirense – Vila Belmiro/Santos(SP)

Domingo – 18/11/2012
São Paulo 2 x 1 Náutico – Morumbi/São Paulo(SP)
Sport 2 x 0 Botafogo – Ilha do Retiro/Recife(PE)
Fluminense 0 x 2 Cruzeiro – Engenhão/Rio de Janeiro(RJ)
Atlético/MG 2 x 2 Atlético/GO – Independência/Belo Horizonte(MG)
Figueirense 1 x 1 Sport – Pituaçu/Salvador(BA)
Flamengo 1 x 1 Palmeiras – Raulino de Oliveira/Volta Redonda(RJ)
Portuguesa 2 x 2 Grêmio – Canindé/São Paulo(SP)
Inter 0 x 2 Corinthians – Beira-Rio/Porto Alegre(RS)

CLASSIFICAÇÃO P
1 Fluminense 76
2 Grêmio 67
3 Atlético/MG 66
4 São Paulo 62
5 Corinthians 56
6 Botafogo 54
Vasco 54
8 Inter 51
9 Cruzeiro 49
Santos 49
11 Flamengo 48
12 Ponte Preta 46
13 Naútico 45
Coritiba 45
15 Bahia 43
16 Portuguesa 41
17 Sport 40
18 Palmeiras 34
19 Figueirense 30
20 Atlético/GO 27

(Fotos: Mauro Pimentel-Terra/ Léo Pinheiro-Terra/ Marcelo Pereira-Terra)

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: