Santos Campeão da Recopa Sulamericana!!!

Marcelo Hazan
GLOBOESPORTE.COM


Teve frio, Neymar perdendo pênalti e pressão do Universidad de Chile. Mas diferentemente do jogo realizado no distante 22 de agosto, em Santiago, o craque de moicano fez seu gol, comandou o time e ajudou o Santos a alcançar a vitória sobre a Universidad do Chile, que rendeu o inédito título da Recopa Sulamericana, que reúne o campeão da Libertadores e da Copa Sulamericana, ambas do ano passado, ao Alvinegro.

O primeiro tempo no Pacaembu pareceu uma reprise da etapa inicial do jogo de ida entre Santos e Universidad de Chile, no congelante Estádio Nacional, em Santiago, no dia 22 de agosto. Neymar novamente conduziu todas as principais jogadas alvinegras, assim como no Chile. E La U, de forma coletiva, respondeu à altura. Mas a diferença, para alegria dos santistas, foi Neymar jogando como Neymar. O craque mostrou muita vontade desde o início, lances de efeito, como toques de letra e até chapéu, eram exibidos com naturalidade pelo camisa 11. Aos 27, Felipe Anderson arrancou até a linha de fundo e achou Neymar. De forma inteligente, ele usou André como parede. O centroavante devolveu belo passe para o craque, que só deslocou Jhonny Herrera.

Com 43 minutos, o Peixe teve a chance de ampliar. Neymar dominou pelo lado direito e foi pra cima de dois marcadores, girou o corpo e foi derrubado dentro da área. Pênalti que ele mesmo cobrou – mal – nas mãos de Herrera. No jogo de ida, o camisa 11 também errou, mas isolando por cima do gol de Herrera, após escorregar no momento da finalização. No intervalo, o técnico da Universidad de Chile, Jorge Sampaoli, fez duas mudanças. Aparentemente, as substituições surtiram efeito. Em um dos primeiros lances da etapa final, quase saiu o empate. Ubilla aproveitou sobra dentro da área e, de cabeça, mandou por cima do gol de Rafael.

Com 1 a 0 no placar, a partida ficou eletrizante e aberta para os dois lados. Enquanto La U tentava a igualdade, o Alvinegro respondia quase sempre com Neymar, para tentar fechar o placar e definir o título. Depois de certa indefinição, foi o Santos que conseguiu seu objetivo primeiro. Na bola parada, Felipe Anderson cruzou na cabeça de Bruno Rodrigo, que desviou para o canto esquerdo de Herrera, inflamando novamente o Pacaembu, aos 15 minutos.

Ao som de “o campeão voltou” entoado pelos santistas, o Peixe levantou o título da Recopa, inédito para o clube neste formato, e manteve a média de duas conquistas por temporada, tradição desde 2010. Santos 2 (2) x (0) 0 Universidad do Chile. Em 2010, o Peixe levou a Copa do Brasil e o Paulistão. No ano seguinte, novamente Paulistão e a Libertadores. Agora, nesta temporada, além do estadual, conquista a Recopa. Foi o sexto título de Neymar com o Santos em quatro anos como profissional, o primeiro com a tarja de capitão.

(Fotos: Ricardo Matsukawa-Terra)

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: