Arquivo para 6 de março de 2012

So close…


*(Tão perto…)Faltou pouco, muito pouco. Mas o Arsenal não conseguiu tirar a larga vantagem que o Milan conseguiu na partida de ida das Oitavas de Final da Liga dos Campeões da Europa. Depois de golear por 4 a 0, os italianos foram até Londres encarar os rivais com muita tranquilidade. Tranquilidade até exagerada. Os anfitriões partiram para cima desde o apito inicial, e a pressão estipulada chegou muito perto de dar resultado.

Com o apoio incessante de mais de 60 mil torcedores, mesmo com a grande desvatagem, os ingleses tiveram um começo avassalador. Koscielny aproveitou cobrança de escanteio e abriu o placar de cabeça, logo aos 7 minutos. Os milanistas não conseguiam nem passar do meio de campo, e também não seguravam o ímpeto dos donos da casa. O goleiro Abbiati ainda salvou opr duas, três oportunidades. Mas, aos 26, Thiago Silva cortou errado e jogou no pé de Rosicky, que bateu forte no canto para dobrar o marcador. O Milan sentiu o golpe e a pressão e não conseguia nem criar nada, nem ao menos, valorizar a posse de bola. Aos 42, Chamberlain desceu pela ala direita, invadiu a área e foi derrubado por Mesbah. Van Persie bateu e fez o terceiro. Faltava um para, no mínimo, levar a decisão para os pênaltis.

Mesmo vencendo por 3 a 0 e precisando apenas de mais um, o Arsenal tirou um pouco o pé do acelerador na volta do intervalo. Mesmo porque sabia que um gol do Milan acabava com o sonho inglês. Os rivais, por sua vez, se deram conta que estavam decidindo a vaga também e passaram a sair mais para o jogo. O duelo se equilibrou. Tanto que o goleiro Szczesny passou a trabalhar mais, principalmente nas chegadas de Ibrahimovic e Robinho. O jogo ficou muito bom, com boas chances para os dois lados. O nervosismo tomou conta de todos no Emirates Stadium. Os gunners tinham mais a posse de bola e se mantinham no campo de ataque, mas a ansiedade atrapalhava. No final, na base do desespero, os ingleses ainda cederam contra-ataques ao adversário. Mas isso também não se concretizou em gols. Ao soar do apito final, a situação permaneceu assim e aplausos tomaram conta do estádio, de uma torcida que reconheceu e valorizou o esforço do time. Arsenal 3 (3)x(4) Milan. Milan classificado, depois de 5 anos longe das Quartas de Final.


O outro classificado do primeiro dia de decisão dos classificados para as Quartas foi o Benfica. Depois de perder na Rússia por 3 a 2, os portugueses receberam o Zenit no Estádio da Luz e contaram com boa atuação do ex-corintiano Bruno César, e com gols de Maxi Pereira e Oliveira para garantir vaga na próxima fase com vitória por dois a zero. Agora, resta ao time do técnico Jorge Jesus, e também aos italianos do Milan, aguardar o sorteio do próximo dia 16 de março para saber quem vão enfrentar na etapa seguinte da competição européia.

(Fotos: Reuters / Getty Images / AP)

Anúncios
Anúncios