Barça tira as dúvidas e Milan ‘Barcelonando’…


Se existia alguma dúvida quanto às atuações do melhor time do mundo, que vai vendo de longe a liderança do Real Madrid no Campeonato Espanhol, esses questionamentos caíram por terra em mais um grande jogo da Liga dos Campeões. Jogando em Leverkusen, os catalães sofreram pressão e fez uma partida equilibrada no primeiro tempo. Porém, na etapa final, o Barcelona foi Barcelona. O placar foi aberto por Alexis Sánchez. O Bayer Leverkusen até alcançou o empate com Kadlec. Mas Lionel Messi e mais uma vez Alexis Sanchéz decretaram a vitória espanhola no jogo de ida das Oitavas. Leverkusen 1 x 3 Barcelona.

No jogo de volta, a ser realizado no Camp Nou, em Barcelona, no próximo dia 7, o time de Pep Guardiola pode até perder um gol de diferença para garantir a vaga na etapa seguinte. Já na França, outro confronto válido pelas Oitavas. A zebra do torneio, o Apoel, do Chipre, foi até a França encarar o Lyon. Se bem que a derrota não foi considerada de todo ruim. Jogando na busca de claramente segurar o resultado para resolver a situação em casa, os cipriotas acabaram derrotados por 1 a 0, diferença mínima que obriga o Apoel, que disputa pela primeira vez na história a fase mata-mata da Liga, vencer os franceses por dois gols de diferença frenta à sua torcida no jogo de volta, no Chipre.

Nos demais jogos que fecharam a semana de Oitavas de Final da Liga dos Campeões, duelo fraco tecnicamente entre Zenit e Benfica. Fraco na técnica, mas forte nos gols e na emoção. Jogando em seus domínios, os russos saíram atrás no marcador, conseguiram virar o jogo e ainda buscar a vitória no final, de maneira heróica, aos 43 minutos do segundo tempo. 3 a 2 Zenit, que vai à Lisboa com a vantagem do empate para conseguir a vaga. Vitória por um gol de diferença dos portugueses, contanto que os russos não façam mais do que dois gols, dão a vaga ao Benfica.

E no jogo que se esperava o maior equilíbrio dessa fase da Champions, não foi isso que aconteceu. E isso graças a um brasileiro que não vinha sendo alvo de muitos elogios. Com grande exibição de Robinho, o Milan fez valer o mando de campo e atropelou os rivais do Arsenal. Dois gols do camisa 70, que ficou de fora da convocação para o amistoso da Seleção Brasileira contra a Bósnia, e goleada extremamente confortável para o jogo de volta. Boateng e Ibrahimovic também balançaram as redes a favor dos anfitriões. Milan 4 x 0 Arsenal.

Quatro ainda acabou sendo pouco, já que os italianos acabaram perdendo muitas oportunidades de dilatar ainda mais o marcador. O jogo ainda marcou a despedida do astro Thierry Henry, em sua passagem relâmpago pelo Arsenal. O atacante retornará ao Red Bull New York depois de um empréstimo de apenas três meses. Para o confronto de volta, o time de Robinho e Thiago Silva pode perder por até três gols de diferença em Londres, que mesmo assim garante vaga nas Quartas de Final da Liga dos Campeões da Europa.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: