Arquivo para 15 de fevereiro de 2012

Barça tira as dúvidas e Milan ‘Barcelonando’…


Se existia alguma dúvida quanto às atuações do melhor time do mundo, que vai vendo de longe a liderança do Real Madrid no Campeonato Espanhol, esses questionamentos caíram por terra em mais um grande jogo da Liga dos Campeões. Jogando em Leverkusen, os catalães sofreram pressão e fez uma partida equilibrada no primeiro tempo. Porém, na etapa final, o Barcelona foi Barcelona. O placar foi aberto por Alexis Sánchez. O Bayer Leverkusen até alcançou o empate com Kadlec. Mas Lionel Messi e mais uma vez Alexis Sanchéz decretaram a vitória espanhola no jogo de ida das Oitavas. Leverkusen 1 x 3 Barcelona.

No jogo de volta, a ser realizado no Camp Nou, em Barcelona, no próximo dia 7, o time de Pep Guardiola pode até perder um gol de diferença para garantir a vaga na etapa seguinte. Já na França, outro confronto válido pelas Oitavas. A zebra do torneio, o Apoel, do Chipre, foi até a França encarar o Lyon. Se bem que a derrota não foi considerada de todo ruim. Jogando na busca de claramente segurar o resultado para resolver a situação em casa, os cipriotas acabaram derrotados por 1 a 0, diferença mínima que obriga o Apoel, que disputa pela primeira vez na história a fase mata-mata da Liga, vencer os franceses por dois gols de diferença frenta à sua torcida no jogo de volta, no Chipre.

Nos demais jogos que fecharam a semana de Oitavas de Final da Liga dos Campeões, duelo fraco tecnicamente entre Zenit e Benfica. Fraco na técnica, mas forte nos gols e na emoção. Jogando em seus domínios, os russos saíram atrás no marcador, conseguiram virar o jogo e ainda buscar a vitória no final, de maneira heróica, aos 43 minutos do segundo tempo. 3 a 2 Zenit, que vai à Lisboa com a vantagem do empate para conseguir a vaga. Vitória por um gol de diferença dos portugueses, contanto que os russos não façam mais do que dois gols, dão a vaga ao Benfica.

E no jogo que se esperava o maior equilíbrio dessa fase da Champions, não foi isso que aconteceu. E isso graças a um brasileiro que não vinha sendo alvo de muitos elogios. Com grande exibição de Robinho, o Milan fez valer o mando de campo e atropelou os rivais do Arsenal. Dois gols do camisa 70, que ficou de fora da convocação para o amistoso da Seleção Brasileira contra a Bósnia, e goleada extremamente confortável para o jogo de volta. Boateng e Ibrahimovic também balançaram as redes a favor dos anfitriões. Milan 4 x 0 Arsenal.

Quatro ainda acabou sendo pouco, já que os italianos acabaram perdendo muitas oportunidades de dilatar ainda mais o marcador. O jogo ainda marcou a despedida do astro Thierry Henry, em sua passagem relâmpago pelo Arsenal. O atacante retornará ao Red Bull New York depois de um empréstimo de apenas três meses. Para o confronto de volta, o time de Robinho e Thiago Silva pode perder por até três gols de diferença em Londres, que mesmo assim garante vaga nas Quartas de Final da Liga dos Campeões da Europa.

Anúncios
Anúncios