Arquivo para 2 de fevereiro de 2012

Gol de falta…do Assunção…acredita?


Mas que surpresa! Quem diria! Inacreditável! O Palmeiras venceu sua segunda partida no Paulistão e segue invicto, sem perder nenhuma partida em 2012. E adivinha de que forma…Exato. Marcos Assunção. Adivinha como…Exato. Em cobranças de faltas. Aproveitando a bola parada da sua forma tradicional e de maneira perfeita, o capitão palmeirense tirou o time do sufoco e manteve a invencibilidade do Verdão. O duelo contra o Mogi Mirim, no Pacaembu, ainda marcou os retornos de Valdivia, ausente na última partida, frente ao Catanduvense, e do técnico Luiz Felipe Scolari, que retornou de suspensão e esteve comandando no banco de reservas pela primeira vez na temporada.

E as coisas foram facilitadas pelo camisa 20, logo no segundo minuto de jogo. Fernandão, titular no lugar do sacado Ricardo Bueno, tabelou com Valdivia e foi derrubado na meia lua da grande área. Pra quê? Falta. Marcos Assunção. Gol. 1 a 0 Palmeiras.

Os comandados de Felipão buscavam manter a agressividade e a pressão no campo do Mogi, e até conseguiu manter uma correria na primeira metade do primeiro tempo, até que o time do presidente Rivaldo, que estava em um dos camarotes do Pacaembu, passasse a incomodar a defesa alviverde. A velocidade mudava de lado e os rápidos atacantes Fernandinho e Hernane partiam para cima dos defensores. A maior arma palmeirense foram os avanços pelo lado esquerdo, principalmente com Luan e Juninho, com a bola sempre passando pelos pés de Valdivia.

Na etapa final, foram mais frequentes as reclamações dos poucos torcedores que compareceram ao estádio na capital paulista. Isso porque aconteciam com mais frequencia as oportunidades desperdiçadas pelos homes de frente do Verdão. As falhas dos anfitriões encorajavam ainda mais os visitantes a partiram para cima em busca do empate. O goleiro Deola trabalhou bem em chegadas, principalmente dos jogadores que chegavam de trás, no caso Fernandinho e Renê. Para melhorar a qualidade no último passe, Scolari lançou Daniel Carvalho no lugar de Luan, já passada a metade do segundo tempo.

Mesmo assim, o Mogi passou a pressionar cada vez mais, sentindo que o gol de empate poderia estar perto. Deola seguia segurando as pontas e garantindo o resultado. Com isso, Felipão ainda mandou a campo Chico e João Vítor, mais com o intuito de segurar os três pontos do que outra coisa. Mas aos 42, os palmeirenses comemoraram antes mesmo de ver a vitória sacramentada. Falta. Dessa vez do lado esquerdo de ataque. Praticamente na linha da área. De um lugar que o cruzamento para uma possível cabeçada seria inevitável. O camisa 20 evitou. Marcos Assunção. Direto para o gol. Palmeiras 2 x 0 Mogi Mirim.

Com a vitória, o Palmeiras chega aos oito pontos, bem perto dos líderes do Paulistão. Já o Mogi Mirim, depois de um ótimo começo com duas vitórias em dois jogos, está no meio da tabela, com os seis pontos. Na próxima rodada, o primeiro clássico da temporada, Palmeiras e Santos, no domingo, em Presidente Prudente. O Mogi enfrenta o Comercial, no sábado.

Quem se isolou na ponta da tabela foi o Corinthians. Assim como foi nas outras três partidas iniciais, o Timão não empolgou, apresentou futebol ainda distante do que apresentava em 2011, natural devido ao início do ano, mas venceu novamente. Com um gol de voleio de Paulinho, aproveitando cruzamento do estreante Gilsinho, os alvinegros bateram o Ituano por 1 a 0 e mantiveram os 100% de aproveitamento. Nos outros jogos, destaque para o Paulista, que venceu o Mirassol, fora de casa, por 2 a 1, e é o vice-líder do Campeonato Paulista e ao empate heróico da Portuguesa, 1 a 1, contra o Braga, em Bragança Paulista.

(Foto: portuguesa.com.br)

(Fotos: Terra)

Anúncios
Anúncios