Arquivo para agosto \30\UTC 2011

Lugano é contratado pelo PSG!!


Depois de cinco temporadas defendendo o Fenerbahce, na Turquia, o zagueiro Diego Lugano mudou de ares e foi apresentado pelo Paris Saint Germain, da França, nessa terça-feira. E o ex-ídolo sãopaulino, de 30 anos, recém campeão da Copa América como o capitão da seleção do Uruguai, recebeu a camisa do clube das mãos de outro ex-craque do Tricolor paulista e também referência do futebol francês, Leonardo. Segundo a imprensa local, o PSG adquiriu o atleta pelo valor de € 4 milhões (R$ 9 milhões) e o jogador assinou contrato de três anos.

O que ajudou a transferência de Lugano foi a má fase do Fenerbahce, que está envolvido em escândalos de manipulação de resultados, pode até ser rebaixado para a segunda divisão nacional e deve ainda perder mais jogadores até o final da janela européia de transferências internacionais, que se encerra nesta quarta-feira. Sem nada com isso, o PSG contratou mais um importante nome para a temporada 2011/2012, já haviam sido trazidos nomes de peso, como o volante francês Sissoko e o meia argentino Pastore, esse que foi contratado como a negociação mais cara da história do futebol da França; algo em torno de R$ 100 milhões.

Esta é uma nova etapa na minha carreira, sei que estou chegando a um clube com ambições. Este é o clube mais emblemático da França. É um novo desafio e esse desafio está ligado a muitas expectativas.

(Foto: Divulgação)

Anúncios

#forçaRicardoGomes


Os holofotes da décima nona rodada, a última do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, ficaram em segundo plano. Durante o clássico carioca entre Flamengo e Vasco, mais precisamente aos 20 minutos do segundo tempo, o técnico do Vasco Ricardo Gomes começou a se sentir mal. O treinador se manifestou ao médico vascaíno, Clóvis Muñoz, que também estava no banco de reservas com a comissão técnica, e uma ambulância foi imediatamente chamada. O mal-estar era mais grave do que se imaginava. Isso ficou claro quando uma série de homens precisou se juntar para fazer forcças afim de tomar Gomes nos braços e colocá-lo na ambulância, uma vez que o treinador já apresentava estar muito debilitado. Inicialmente, ele foi levado ao centro médico do estádio do Engenhão. Dada a gravidade do caso, o comandante vascaíno foi, em seguida, encaminhado para o Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Lá, veio a confirmação. Ricardo Gomes sofreu uma hemorragia no cérebro em decorrência de um AVC (acidente vascular cerebral).

O AVC é uma interrupção da condução sanguínea ao cérebro, causando o fim da oxigenação e da nutrição da área afetada. Clóvis Muñoz, que acompanhou Ricardo Gomes até o hospital, explicou que a hemorragia resultou em um coágulo na região temporal (lateral) do cérebro do técnico. Ficou sedado na UTI, respirando com a ajuda de aparelhos. Em seguida, para buscar se reverter o quadro, foi realizada na noite desse domingo uma cirurgia para retirar o sangue coagulado, reduzindo a pressão cerebral. No momento em que aconteceu a hemorragia, a pressão arterial do treinador era de 19 por 12. O normal é 12 por 8. O que se conclui é que o estado de Gomes é gravíssimo. Contudo, a cirurgia se encerrou por volta de meia noite e meia da madrugada de segunda-feira, e foi considerada bem-sucedida pelos médicos. As próximas 72 horas serão decisivas, quanto à recuperação e também quanto á possíveis, e, infelizmente prováveis, sequelas, uma vez que os médicos só irão confirmar a real situação do treinador após esse período de pós-operatório.

Toda essa situação trouxe à memória um episódio ocorrido em fevereiro de 2010, quando o próprio Ricardo Gomes sofreu um leve AVC, após uma partida diante do Palmeiras, quando treinava o São Paulo. Porém, Clóvis Muñoz negou que esse novo acidente tenha relação com o que aconteceu no início do ano passado. Já o vereador Marco Aurélio Cunha, médico e dirigente do Tricolor na época do primeiro AVC de Ricardo disse que os casos podem ter relação, resumindo que pode-se dizer que em 2010 ele sofreu um pequeno vazamento nas veias, mas agora aconteceu um rompimento. De acordo com o médico vascaíno, foi afetado o lado direito do cérebro, o qual está relacionado aos movimentos do braço direito e também à fala. Ricardo Gomes deve seguir no hospital entre oito e dez dias. Depois da saída do técnico do Engenhão na ambulância, rapidamente se instaurou uma positiva corrente de solidariedade a ele, principalmente na internet. No Twitter, poucas horas depois do acontecido, a hashtag #forçaricardogomes já alcançou o primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do mundo.

Mesmo com toda essa tristeza, a rodada 19 se concluiu e o simbólico título do primeiro turno do Brasileirão ficou mesmo com o Corinthians. Entretanto, o Timão segue sua má fase e contou com muita ajuda dos tropeços dos rivais para permanecer na ponta da tabela. Com atuação decisiva do estreante Fernandão, ex-Guarani, o Palmeiras aproveitou o fraco futebol apresentado pelos líderes e, de virada, venceu por 2 a 1. Emerson abriu o placar, e Luan, que fez uma ótima partida, além de Fernandão, foram os artilheiros do jogo. O Verdão, com mais três pontos, foi a 32 pontos, mas segue na sexta colocação.

No clássico que mais chocou pela situação de Ricardo Gomes, do que própriamente pelo futebol apresentado, Flamengo e Vasco ficaram no 0 a 0. Com o empate, o Rubro-Negro somou apenas mais um ponto e não conseguiu ultrapassar o Corinthians, porém considerou o resultado como bom, uma vez que jogou com um a menos desde os 41 minutos do primeiro tempo. Já o Vasco, que com a vitória poderia até alcançar a primeira colocação também, permanece em quarto, dois pontos atrás do líder da competição nacional.

No outro clássico paulista, o terceiro colocado se manteve em terceiro. Na Vila Belmiro, o São Paulo visitou o Santos e também ficou no empate. Mesmo perdendo Carlinhos Paraíba expulso, logo aos 27 minutos da primeira etapa, o Tricolor conseguiu sair na frente ainda no primeiro tempo, com um bonito gol de Lucas, em uma de suas tradicionais arrancadas. Mas se o assunto era gol bonito, PH Ganso, que não vinha jogando grande partida, acertou lindo chute da entrada da área, no ângulo, sem nenhuma chance de defesa para Ceni, na metade do segundo tempo. 1 a 1 e o Peixe está em décimo quarto, com 22 pontos, quatro à frente do Atlético/PR, o primeiro da zona de rebaixamento.

E no outro clássico da cidade maravilhosa, disputado no sábado, também no Engenhão, o Botafogo conseguiu se superar e superar o rival Fluminense. Depois de sair perdendo com um gol de Fred, no primeiro minuto da etapa complementar, os comandados de Caio Júnior partiram para cima e conseguiram a virada em jogadas de velocidade. Primeiro com Elkeson e depois com o lateral direito Lucas. Com a vitória, o Fogão se mantém entre os cinco melhores, três pontos atrás do líder. Já o Flu, é apenas o décimo primeiro na classificação, com 25 pontos ganhos.

RODADA 19
>Sábado – 27/08/2011
Coritiba 1 x 1 Atlético/PR – Couto Pereira/Curitiba(PR)
Fluminense 1 x 2 Botafogo – Engenhão/Rio de Janeiro(RJ)
América/MG 1 x 2 Atlético/GO – Arena do Jacaré/Sete Lagoas(MG)

>Domingo – 28/08/2011
Ceará 3 x 0 Bahia – Presidente Vargas/Ceará(CE)
Atlético/MG 1 x 2 Cruzeiro – Arena do Jacaré/Sete Lagoas(MG)
Flamengo 0 x 0 Vasco – Engenhão/Rio de Janeiro(RJ)
Grêmio 2 x 1 Inter – Olímpico/Porto Alegre(RS)
Palmeiras 2 x 1 Corinthians – Prudentão/Presidente Prudente(SP)
Figueirense 2 x 3 Avaí – Orlando Scarpelli/Florianópolis(SC)
Santos 1 x 1 São Paulo – Vila Belmiro/São Paulo(SP)

CLASSIFICAÇÃO P
1 Corinthians 37
2 Flamengo 36
3 São Paulo 35
Vasco 35
5 Botafogo 34
6 Palmeiras 32
7 Inter 27
Cruzeiro 27
9 Coritiba 26
Figueirense 26
11 Fluminense 25
Ceará 25
Atlético/GO 25
14 Santos 22
15 Grêmio 21
16 Bahia 20
17 Atlético/PR 18
18 Avaí 17
19 Atlético/MG 15
20 América/MG 13

Eu tenho medo do Jumar…


Lembra do Jumar? Aquele volante que não deixou nenhuma saudade na torcida palmeirense, que criticava e chegou até a criar hits na internet fazendo chacota do jogador. Recentemente ele já havia sido lembrado, fazendo boas apresentações com a camisa do Vasco. Porém, na noite dessa quinta-feira, Jumar mostrou seu real valor. E da melhor maneira possível, de frente para a torcida alviverde, que tanto o desprezava. Foi através de um golaço dele que o time carioca fez o de honra na derrota para o Verdão, entretanto foi o suficiente para classificar o time da Colina para a fase internacional da Copa Sulamericana.

A vaga veio através do gol marcado fora de casa, uma vez que, no jogo de ida, o Vasco bateu o Palmeiras por 2 a 0, em São Januário. E foi um golaço, uma pancada de longe, sem nenhuma chance de defesa para Marcos. A essa altura, os comandados de Ricardo Gomes perdiam pelos mesmos 2 a 0, e a partida ia para os pênaltis. No final, Marcos Assunção ainda fez outro golaço, de falta, pra variar. Mas não foi o suficiente. 3 a 1 Palmeiras e Vasco nas Oitavas. O cruzmaltino, que já está na Libertadores de 2012 por ser o campeão da Copa do Brasil, enfrentará agora o vencedor do confronto entre Aurora-BOL e Nacional-PAR.

Do lado verde, o Palmeiras jogou bem, criou muitas chances e viu o atacante Kleber quebrar um incômodo jejum de dez partidas sem gol. Luan marcou o outro tento. Resta a preparação para encarar o Corinthians no domingo, e a sequência no campeonato nacional.

Vai começar o show…


Nessa quinta-feira, em Mônaco, na França, a Uefa realizou o sorteio que definiu os grupos da Liga dos Campeões da Europa dessa próxima temporada. E o sorteio reservou bons confrontos logo para a primeira fase. Aliás, grandes clássicos mundiais foram definidos e expectativas de confrontos Sensacionais na etapa inicial do principal torneio de futebol entre clubes do mundo. O grande destaque ficou mesmo para os grupos A, o grupo que ficou conhecido como ‘grupo da morte’, já que conta com quatro postulantes à classificação para as Oitavas de final, Bayer de Munique (ALE), Villareal (ESP), Napoli (ITA) e Manchester City (ING), e também ao grupo H, que conta com dois gigantes, Barcelona (ESP), o atual campeão, e o Milan (ITA), os virtuais já classificados, uma vez que os concorrentes são os inexpressivos Bate Borisov (BIE) e Viktoria Pilzen(RCH).

Eis os grupos da fase inicial da Liga:
Grupo A
Bayern de Munique (ALE)
Villareal (ESP)
Manchester City (ING)
Napoli (ITA)

Grupo B
Inter de Milão (ITA)
CSKA Moscou (RUS)
Lille (FRA)
Trabzonspor (TUR)

Grupo C
Manchester United (ING)
Benfica (POR)
Basel (SUI)
Otelul Galati (ROM)

Grupo D
Real Madrid (ESP)
Lyon (FRA)
Ajax (HOL)
Dínamo Zagreb (CRO)

Grupo E
Chelsea (ING)
Valencia (ESP)
Bayer Leverkusen (ALE)
Genk (BEL)

Grupo F
Arsenal (ING)
Olympique de Marseille (FRA)
Olympiacos (GRE)
Borussia Dortmund (ALE)

Grupo G
Porto (POR)
Shakhtar Donetsk (UCR)
Zenit (RUS)
Apoel (CHI)

Grupo H
Barcelona (ESP)
Milan (ITA)
Bate Borisov (BIE)
Viktoria Plzen (RCH)

Vale destacar que a federação turca de futebol cumpriu a ordem expressa pela Uefa e impediu o Fenerbahce de participar dessa edição da Liga dos Campeões, em virtude de investigação de manipulação de resultados descoberta em julho, envolvendo o clube dos brasileiros André Santos, Cristian e Alex, além do uruguaio Lugano. A vaga então aberta foi ocupada pelo vice-campeão da Turquia na temporada passada, o Trabzonspor, que disputou a fase preliminar da Liga dos Campeões, mas acabou eliminado pelo Benfica, de Portugal. A primeira rodada da Liga dos Campeões será disputada nos dias 13 e 14 de setembro, e a final está marcada para 19 de maio de 2012, na Allianz Arena, em Munique.

São Paulo na América…

Marcelo Prado
GLOBOESPORTE.COM


Foram dois times distintos. No primeiro tempo, com uma equipe teoricamente ofensiva, mas que não tinha ligação no meio e referência na área, o São Paulo pouco fez diante do Ceará. Na etapa complementar, mais organizado, o Tricolor teve a sorte de marcar um gol logo no início e depois passeou em campo. Pelo que foi apresentado nos 45 minutos finais, foi justo o placar de 3 a 0, que reverteu com folga a desvantagem pela derrota no jogo de ida por 2 a 1, e garantiu a equipe paulista na próxima fase da Copa Sulamericana. Foi a primeira vitória são-paulina após quatro partidas, duas delas no Morumbi. Os gols foram marcados por Cícero, Lucas e Dagoberto.

A equipe de Adilson Batista agora espera o adversário das oitavas, que será conhecido apenas no dia 21 de setembro. Sairá do confronto entre Libertad-PAR e o vencedor de Juan Aurich-PER x La Equidad-COL. Pelo Campeonato Brasileiro, paulistas e cearenses atuarão no fim de semana. No domingo, o Tricolor desce a serra e enfrenta o Santos na Vila Belmiro. Já o Ceará receberá a visita do Bahia em Fortaleza.

Os outros brasileiros a se enfrentarem por uma vaga na fase internacional da Copa Sulamericana foram Atlético/PR e Flamengo. E com um gol solitário de Ronaldinho Gaúcho, que entrou no segundo tempo, os cariocas garantiram sua primeira vitória na história sobre o Atlético-PR dentro da Arena da Baixada. O triunfo por 1 a 0, na noite de quarta-feira, proporcionou ao Fla outro feito inédito: pela primeira vez eles avançaram à fase internacional da Copa Sulamericana. No jogo de ida, no Engenhão, houve outro 1 a 0 para o Fla, também com gol de R10.

O próximo adversário do Flamengo na competição será o vencedor do confronto entre Nacional-URU e Universidad de Chile. Pelo Brasileirão, o Flamengo volta a campo neste domingo, no clássico contra o Vasco. No sábado, o Atlético-PR também mede forças com seu maior rival local, o Coritiba.

‘Gladiador Fiel’???


Provavelmente foi tudo muito bem calculado. Bastou se iniciar a semana que antecede o grande clássico paulista entre Corinthians e Palmeiras, que apareceu um tempero pesado para apimentar ainda mais a grande rivalidade entre as duas equipes. E o que apareceu dessa vez, nem o mais corintiano dos torcedores poderia imaginar. Através do Twitter, a Gaviões da Fiel, a maior torcida organizada do Corinthians, divulgou a imagem de uma ficha cadastral para inscrição como membro da organizada. Até aí nada demais, se não fosse a determinada pessoa que aparece preenchida e até na fotografia da ficha. Simplesmente, Kléber, o Gladiador, principal atacante e ídolo atual do Palmeiras.

Já se confirmou que o documento é verdadeiro, realizado quando Kléber tinha apenas 18 anos, e, pasmem, ainda é válido, uma vez que o jogador nunca fez o cancelamento dessa inscrição. Apesar de, ao menos aparentemente, ser torcedor do Timão, o atacante começou a carreira nas categorias de base do São Paulo. Passou por Cruzeiro e pelo futebol ucraniano, mas foi no Palmeiras que atingiu sua melhor fase e caiu nas graças da torcida alviverde. Em setembro de 2009, o Gladiador causou polêmica também. No caso, por estar jogando no Cruzeiro, e estar presente em uma festa da principal torcida organizada do Palmeiras. Tempo depois, forçaria a barra para retornar ao time de Parque Antártica.

Igualdade gelada…


Frio e empates. Esse foi o resumo do domingo pelo Brasil afora. Principalmente quando o assunto foi confrontos entre rivais, sejam eles estaduais ou mesmo nacionais. E assim aconteceu também na capital paulista. A partida entre palmeirenses e sãopaulinos não foi carregada de técnica ou lances bonitos. Aliás, muito pelo contrário. O frio dificultou ainda mais de se ver lances plásticos ou que saltassem aos olhos dos pouco mais de 16 mil torcedores presentes ao Morumbi. O que se viu foi dois times na busca de encostar na ponta da tabela, porém, muito preocupados em não se afastar ainda mais dela. Queriam muito ganhar, mas queriam muito mais ‘não perder’.

Tanto do lado tricolor, como do lado verde, a preocupação, ao menos inicial, foi a marcação. O técnico Adílson Batista, mesmo jogando em casa, estava ciente do perigo de encarar o tradicional rival, e foi para a partida com três zagueiros, Xandão, Rhodolfo e João Filipe. Além disso, Fernandinho foi escalado no lugar do suspenso Lucas. Já Luiz Felipe Scolari mandou Leandro Amaro no lugar de Thiago Heleno, suspenso, e três volantes, Chico, Márcio Araújo e Assunção. No ataque, apenas Kléber, com ajuda de Luan e Patrik, vindo de trás. Logo de início, foram os visitantes que pressionaram, marcando desde a saída de bola da defesa adversária.

Chico colou em Rivaldo e Cicinho em Fernandinho. Com isso, a criatividade sãopaulina ficou praticamente anulada. Do outro lado, sobrava um zagueiro do São Paulo, já que o ataque verde só tinha Kléber. E mesmo assim, ainda havia espaços na defesa do time do Morumbi. Prova disso foram as chegadas de Luan e Patrik, que obrigaram difíceis defesas a Rogério Ceni. Lá para os 20 minutos, os anfitriões pareciam despertar. Primeiro, Dagoberto arriscou de longe, à direita do gol de Marcos. Na sequência, o goleirão palmeirense salvou finalização de Fernandinho. Os visitantes deram o troco aos 27, com uma bela bicicleta de Luan, que furou a primeira, mas na segunda tentativa obrigou Rogério a fazer uma defesa Sensacional.

Com tamanha luta, equilíbrio e marcação, somente uma jogada individual poderia fazer a diferença. E assim aconteceu. Aos 41 minutos, Rivaldo conseguiu armar e lançar pela primeira vez, encontrando Dagoberto no meio dos zagueiros palmeirenses. O camisa 25 dominou na entrada da área, limpou Leandro Amaro, olhou Marcos adiantado e encobriu o arqueiro com um leve toque por cima. A bola foi entrar mansa e lentamente no fundo das redes. Golaço!

Depois do intervalo, Felipão decidiu buscar o resultado e mexeu na equipe. Sacou um dos volantes, Márcio Araújo, e mandou Maikon Leite para o jogo. Como era de se esperar, o time melhorou e permaneceu mais tempo no setor de ataque. Os comandados de Adilson Batista passaram a se defender ainda mais, e buscar as saídas no contra-ataque. Porém, essa não era a vontade do treinador, que pedia incessantemente para o time sair e não chamar o rival para o seu campo de defesa. Aos 11 minutos, o Verdão só não empatou porque Rogério Ceni fez mais uma grande defesa em cabeçada de Patrik.

A pressão dos comandados de Scolari era intensa e o São Paulo se defendia como pudia. Mesmo com os três zagueiros, os espaços eram encontrados pelos avantes palmeirenses. E, quando isso não acontecia, os visitantes buscavam cavar faltas na intermediária, para aproveitar a batida sempre calibrada de Marcos Assunção. Costume esse que é muito comum no time de Palestra Itália. E, mais uma vez, esse objetivo deu certo. Aos 16, Assunção levantou da esquerda para a área, a zaga vacilou e o zagueiro Henrique conseguiu cabecear para trás de maneira certeira, no ângulo de Rogério. Tudo igual no placar.

O Palmeiras continuou melhor após empatar o jogo. Diferentemente do que costuma fazer, ao ficar mais centralizado, Kléber caía pelos lados, puxando a marcação dos defensores. Do outro lado, Rivaldo, Dagoberto e cia. não eram mais notados em campo. Foram completamente anulados e nada mais fizeram no jogo. A metade final da etapa complementar voltou a ficar chata. Adilson e Felipão tentaram mudar esse panorama. Marlos e Cícero substituíram Fernandinho e Rivaldo. João Vítor entrou no lugar de Patrik. Mas o panorama não mudou. O tempo passou lentamente, mas a partida terminou mesmo igualada. São Paulo 1 x 1 Palmeiras. O Tricolor perde a chance de encostar nos líderes, mas segue em terceiro, com 34 pontos. Já o Verdão está ainda mais distante da ponta. É o sexto, com 29. Semana que vem, clássico para todo mundo na última rodada do primeiro turno. O São Paulo pega o Santos, na Vila, e o Palmeiras encara o Corinthians, em Presidente Prudente.

Por falar em Corinthians, o Timão passou vergonha na rodada 18, e só não perdeu a liderança por muita sorte. No sábado, também com muito frio e chuva, os corintianos receberam o Figueirense no Pacaembu. E acabaram surpreendidos. Armados com uma defesa sólida e marcando muito bem o adversário, os comandados do técnico Jorginho, ex-braço direito de Dunga na Seleção, se aproveitaram da falta de criatividade do time da casa e dos contra-ataques para vencer por 2 a 0 e frear a ascenção do primeiro colocado.

A sorte corintiana se fez presente em Porto Alegre. Após estar vencendo duas vezes, o Flamengo não conseguiu resistir à pressão colorada no Beira-Rio e, ainda por cima, sofreu um gol Sensacional de empate. Leandro Damião, em linda bicicleta decretou o empate em 2 a 2. Nos outros jogos, o Grêmio seguiu com sua má fase ao ser derrotado pelo Atlético/GO, que vem em ótima crescente com o técnico Hélio dos Anjos no comando. Por falar em má fase, o Santos conseguiu espantar o início da preocupação com a zona de rebaixamento. Ao menos por hora. O Peixe foi até Salvador e venceu o Bahia em Pituaçu por 2 a 1. E no Rio de Janeiro, Rafael Moura e Juninho Pernambucano marcaram, e o clássico carioca terminou empatado em 1 a 1.

RODADA 18
>Sábado – 20/08/2011
Corinthians 0 x 2 Figueirense – Pacaembu/São Paulo(SP)
Botafogo 3 x 1 Atlético/MG – Engenhão/Rio de Janeiro(RJ)
Cruzeiro 1 x 0 Ceará – Parque do Sabiá/Uberlândia(MG)

>Domingo – 21/08/2011
Atlético/GO 1 x 0 Grêmio – Serra Dourada/Goiânia(GO)
Atlético/PR 2 x 2 América/MG – Arena da Baixada/Curitiba(PR)
Vasco 1 x 1 Fluminense – Engenhão/Rio de Janeiro(RJ)
Inter 2 x 2 Flamengo – Beira-Rio/Porto Alegre(RS)
São Paulo 1 x 1 Palmeiras – Morumbi/São Paulo(SP)
Avaí 0 x 0 Coritiba – Ressacada/Florianópolis(SC)
Bahia 1 x 2 Santos – Pituaçu/Salvador(BA)

CLASSIFICAÇÃO P
1 Corinthians 37
2 Flamengo 35
3 São Paulo 34
Vasco 34
5 Botafogo 31
6 Palmeiras 29
7 Inter 27
8 Figueirense 26
9 Fluminense 25
Coritiba 25
11 Cruzeiro 24
12 Ceará 22
Atlético/GO 22
14 Bahia 20
15 Grêmio 18
Santos 18
17 Atlético/PR 17
18 Atlético/MG 15
19 Avaí 14
20 América/MG 13

Anúncios