Arquivo para novembro \30\UTC 2010

Coritiba Campeão Brasileiro Série B 2010!!!


A derrota na última rodada pouco importou. A torcida lotou o Couto Pereira, mas o Guaratinguetá se aproveitou do clima de festa dos anfitriões e conseguiram os três pontos. De quebra, os paulistas escaparam do rebaixamento com o triunfo. A partida também marcou a despedida do técnico Ney Franco, que irá comandar a Seleção Brasileira sub-20, e foi muito homenageado pela diretoria e torcida curitibanas. Coritiba 2 x 3 Guaratiguetá. O Guará permanece na Série B, mas, no próximo ano, mudará de cidade e de nome, passando a chamar Americana.

A vice-liderança da competição ficou com o Figueirense. O time de Santa Catarina também contou com grande apoio do seu torcedor no estádio Orlando Scarpelli para enfrentar o Paraná pela rodada final. Depois de estar perdendo duas vezes, o Figueira conseguiu superar os paranaenses, com direito a pênalti desperdiçado pelo goleiro do Figueirense, Wilson. Figueirense 4 x 2 Paraná. Com a vitória, os catarinenses atingiram os 67 pontos na segunda posição, 5 pontos atrás do líder e campeão Coritiba. O Paraná permaneceu com 53 pontos, na sétima colocação.

(Foto: Tiago Leme - Globoesporte.com)


No Morumbi teve festa baiana. Com a obrigação de jogar fora de casa na rodada derradeira e com o retorno à elite do futebol nacional garantido, a diretoria do Bahia conseguiu entrar em um acordo com o Bragantino, rival na última rodada, e também com a diretoria do São Paulo, para se utilizar o estádio do Morumbi para o jogo final. Com direito até a show de axé com o cantor Ricardo Chaves, a festa seria completa. Seria. Só esqueceram de avisar os teóricos donos da casa. Mandantes da partida, os jogadores do Braga não se intimidaram com toda a festa organizada pelos baianos e carimbaram o acesso do Tricolor. Bragantino 2 x 0 Bahia. Mesmo com a derrota, o Bahia se manteve no terceiro lugar, com 65 pontos. O Braga foi aos 53 pontos e terminou o campeonato em oitavo.

A última vaga para a Primeira Divisão em 2011 ficou com o América/MG. A equipe das Minas Gerais tinha a missão de conquistar apenas um ponto atuando fora de casa, diante da frágil Ponte Preta, em Campinas, para não depender do resultado da Portuguesa, que também queria a vaga. O time mineiro sofreu, passou até por momentos delicados na partida. Também teve chances de vencer, mas no fim, a igualdade prevaleceu no estádio Moisés Lucarelli. Ponte Preta 0 x 0 América/MG. E depois de sete anos, passando pela Segunda e Terceira Divisões do futebol nacional, o Coelho disputará o Brasileirão entre as 20 melhores equipes do Brasil novamente. A Ponte Preta, que começou muito bem o ano, e brigava pelo acesso até o período pós-Copa do Mundo, fechou sua campanha com a decepcionante décima quarta colocação, apenas dois pontos à frente da zona do rebaixamento.

Já a Lusa…bateu na trave…outra vez! A Portuguesa precisava bater o já desinteressado Sport, na Ilha do Retiro, e torcer por uma derrota do América diante da Ponte. O time do Canindé até fez sua parte. Com gols de Dodô e Marco Antônio, a vitória lusitana veio, mas o triunfo pontepretano não apareceu e a Portuguesa mais uma vez permanece na Segunda Divisão em 2011. Sport 1 x 2 Portuguesa. Os paulistas ficaram em quinto, pelo segundo ano consecutivo, um ponto atrás do América/MG. 63 a 62. O Sport terminou a competição em sexto, com 56 pontos ganhos.

Nos outros jogos da rodada 38, decisão também dos mais novos integrantes da Série C do Campeonato Brasileiro. O Vila Nova sofreu, e muito, mas conseguiu garantir três pontos diante do São Caetano, e se manter na Segunda Divisão. Depois de sair na frente e sofrer o empate, os goianos conseguiram chegar ao segundo gol e se livrar da degola. Pior para Brasiliense, do atual técnico campeão brasileiro pelo Flamengo, Andrade, e também para o América/RN. As equipes se enfrentaram, com o objetivo de vencer para se livrar da queda, contanto que o Vila não vencesse no estádio Serra Dourada. Os comandados de Andrade conseguiram virar para cima dos americanos, vencendo por 2 a 1. Porém, com o resultado em Goiânia, as equipes morreram abraçadas e foram rebaixadas, juntamente com Santo André, que disputou a Série A em 2009, e o Ipatinga.

Rodada Final
Sexta, 26/11/2010
| São Januário
Duque de Caxias 1 x 1 Asa
| Bruno José Daniel
Santo André 1 x 0 Náutico

Sábado, 27/11/2010
| Ipatingão
Ipatinga 2 x 2 Icasa
| Serra Dourada
Vila Nova 2 x 1 São Caetano
| Ilha do Retiro
Sport 1 x 2 Portuguesa
| Morumbi
Bragantino 2 x 0 Bahia
| Orlando Scarpelli
Figueirense 4 x 2 Paraná
| Couto Pereira
Coritiba 2 x 3 Guaratinguetá
| Moisés Lucarelli
Ponte Preta 0 x 0 América/MG
| Machadão
América/RN 1 x 2 Brasiliense

Na Série A em 2011:
1 Coritiba 71
2 Figueirense 67
3 Bahia 65
4 América/MG 63

5 Portuguesa 62
6 Sport 56
7 Paraná 53
8 Bragantino 53
9 ASA 52
10 São Caetano 52
11 Duque de Caxias 50
12 Icasa 49
13 Náutico 48
14 Ponte Preta 48
15 Guaratinguetá 47
16 Vila Nova 46

Rebaixados:
17 Brasiliense 46
18 Santo André 43
19 Ipatinga 41
20 América/RN 41

Anúncios

Com as duas mãos na taça…

Cahê Mota, Marcelo Prado e Tiago Leme
GLOBOESPORTE.COM

Falta só levantar o caneco. Foi difícil, dramático, sofrido. Em muitos lances, a bola parecia não querer colaborar. Em outros, o goleiro Deola era o inimigo. Mas, como a próprio torcida do Fluminense grita, o “time de guerreiros” das Laranjeiras fez a sua parte, derrotou o Palmeiras na Arena Barueri e pôs a mão na taça do Campeonato Brasileiro.

Do lado palmeirense, só lamentações. Após a desastrosa eliminação na Copa Sul-Americana na quarta-feira, o time foi obrigado a conviver com a revolta da torcida. Ela ofendeu o atacante Dinei, autor do gol que abriu o placar em Barueri, e o goleiro Deola, que fez grandes defesas durante a partida. Em pequeno número, a torcida do Palmeiras ficou ainda mais furiosa quando Dinei, aos quatro minutos, marcou um golaço. Após recuo errado de Leandro Euzébio, o atacante disparou de primeira uma bomba cruzada de fora da área e acertou o ângulo direito de Ricardo Berna, que nada pôde fazer.

Foi então que a torcida palmeirense perdeu a compostura de vez:
– Ei, Dinei, vai tomar no… Ei, Felipão, vai tomar no…
– Se o Fluminense não ganhar, o pau vai quebrar.
Na sequência, copos d’água atingiram as costas do goleiro Deola, que avisou o árbitro e pediu reforço de policiamento no meio dos palmeirenses. O Fluminense, após alguns minutos de letargia para administrar o gol tomado, acordou e foi para cima. Aos 13 minutos, Emerson, de cabeça, acertou o travessão adversário. Aos 18, o time carioca chegou ao empate. Carlinhos foi lançado pela esquerda, avançou para cima de Márcio Araújo, cortou para o pé direito e mandou no ângulo esquerdo de Deola. Festa dupla na Arena Barueri.

Coincidência ou não, após o recado da torcida palmeirense e o gol de empate do Fluminense, o Palmeiras simplesmente parou em campo. No ataque, Kleber não mostrava a menor vontade e ainda deixava clara sua irritação com a arbitragem. Dos 20 minutos em diante, foi um massacre do Fluminense. Foram pelo menos três grandes chances e, para desespero de palmeirenses e tricolores, Deola brilhou em todas elas. E a torcida alviverde, para não perder o costume, xingou muito o goleiro, que mais parecia um inimigo. Antes do fim do primeiro tempo, Muricy perdeu Deco, machucado. Ele reforçou o ataque com a entrada do rápido Tartá pela esquerda.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou com o freio de mão ainda mais puxado. O Fluminense seguiu em ritmo acelerado e, em apenas sete minutos, Fred perdeu duas chances inacreditáveis. O desespero começou a tomar conta da torcida carioca em Barueri.Mas o nervosismo transformou-se em alívio aos 13 minutos, quando saiu o segundo gol do time carioca. Emerson avançou pela esquerda, cortou a marcação de Márcio Araújo e disparou uma bomba de fora da área. Deola deu rebote, e Tartá, dentro da área, aproveitou-se da passividade palmeirense, dominou e, com tranquilidade, de pé esquerdo, colocou no canto direito do gol palmeirense.

Daí para frente, o jogo caiu muito de rendimento. O Fluminense, em vantagem, diminuiu seu ritmo, enquanto o Palmeiras sequer atacava. O time concentrava seu jogo no meio-campo e tocava de um lado para outro. Felipão ainda tentou acabar com a inércia da equipe, colocando Lenny e Vinícius. Mas nada adiantou. Nos últimos dez minutos, a partida transformou-se em um amistoso entre solteiros e casados. Assim que Wilton Pierre Sampaio apitou o final da partida, aS torcidaS explodiram de alegria. Palmeiras 1 x 2 Fluminense.

Com 68 pontos, um a mais do que o vice-líder Corinthians, o Flu precisa de uma vitória no próximo domingo, contra o já rebaixado Guarani, no Engenhão, para conquistar o título, independentemente do resultado do jogo dos paulistas, em Goiânia, contra o Goiás. Por falar em Corinthians, o time de Parque São Jorge fez sua parte no Pacaembu. Com apoio total da Fiel torcida, os comandados de Tite partiram para cima do Vasco desde o início e não decepcionaram. Com gols de Bruno César e Danilo, o Timão bateu o Vasco por 2 a 0 e permaneceu na segunda colocação, um ponto atrás do Tricolor carioca. A única esperança corintiana é de que o Guarani consiga ao menos um empate frente ao Flu para que, com uma vitória, alcance o quinto título nacional.

Tarefa praticamente impossível. Primeiro pelo jogo decisivo ser no Rio de Janeiro, segundo pelo fato do Guarani ter sido rebaixado na tarde desse domingo e não ambicionar nada na rodada final. O Bugre recebeu o Grêmio, no Brinco de Ouro, em Campinas, e não foi páreo para os gaúchos. Com a missão de vencer para ainda alimentar esperanças de permanecer na Primeira Divisão, o time verde campineiro foi atropelado e vai mesmo disputar a Série B em 2011. Nos outros jogos da rodada, o Cruzeiro virou para cima do Flamengo e também manteve as chances de título. Com os 2 a 1 para cima do Fla, o clube mineiro precisa vencer a última partida, diante do Palmeiras, em Sete Lagoas, e torcer para improváveis tropeços de Fluminense e Corinthians. Se tratando de Minas Gerais, o Atlético Mineiro também está em festa. Com a vitória para cima do Goiás por 2 a 1, o Galo conseguiu se livrar matematicamente do risco do rebaixamento. Lá em baixo, o último integrante da zona de rebaixamento ficou para ser decidido na última rodada mesmo. O Avaí bateu o Santos por 3 a 2 e também se livrou. Sendo assim, a decisão ficou para um emocionante duelo entre Vitória e Atlético/GO, que se enfrentam no próximo domingo. Quem perder, fará compania a Grêmio Prudente, Goiás e Guarani na Segunda Divisão no ano que vem.

Rodada 37
Domingo, 28/11/2010
| Castelão
Ceará 1 x 1 Atlético/PR
| Beira-Rio
Inter 1 x 1 Vitória
| Engenhão
Botafogo 3 x 1 Grêmio Prudente
| Serra Dourada
Atlético/GO 1 x 1 São Paulo
| Arena Barueri
Palmeiras 1 x 2 Fluminense
| Pacaembu
Corinthians 2 x 0 Vasco
| Raulino de Oliveira
Flamengo 1 x 2 Cruzeiro
| Ressacada
Avaí 3 x 2 Santos
| Arena do Jacaré
Atlético/MG 3 x 1 Goiás
| Brinco de Ouro
Guarani 0 x 3 Grêmio

1 Fluminense 68
2 Corinthians 67
3 Cruzeiro 66
4 Grêmio 60
5 Botafogo 59
6 Atlético/PR 57
7 Santos 55
8 Inter 55
9 São Paulo 52
10 Palmeiras 50
11 Ceará 47
12 Vasco 46
13 Atlético/MG 45
14 Avaí 43
15 Flamengo 43
16 Atlético/GO 41
17 Vitória 41
18 Guarani* 37
19 Goiás* 32
20 Prudente* 28

(* – já rebaixados)

O verde é Brasil… O Goiás é Brasil!!!

Carolina Elustondo e Tiago Leme
GLOBOESPORTE.COM

A torcida do Palmeiras fez uma grande festa antes do jogo. Com o Pacaembu lotado, agitou balões vermelhos, verdes e brancos e fez um mosaico com a frase: “Torcida que canta e vibra”, uma referência a um trecho do hino do clube. Quando a bola rolou, o Palmeiras parecia contagiado pela torcida. Criava mais e assustava o goleiro Harlei. O Goiás precisava vencer, mas o técnico Artur Neto manteve a cautela com três zagueiros e apostou em Otacílio Neto no lugar de Felipe, que está em má fase. Mas o substituto foi constantemente acompanhado por um marcador, dificultando a ligação do meio com o ataque goiano. Do outro lado, Kleber e Lincoln também tinham sempre um defensor na cola. O Goiás sabia que se sofresse um gol ficaria com muitas dificuldades para conseguir o placar para chegar à final. A estratégia do Esmeraldino era marcar forte e tentar um gol no contra-ataque para levar a decisão pelo menos para os pênaltis.

A opção do Goiás era bastante arriscada. O Palmeiras tinha mais oportunidades e chegou a carimbar a trave aos 12 minutos, com Tinga. A torcida explodiu e começou a acreditar que o gol era questão de tempo. Jogo quente no Pacaembu!
O visitante melhorava na partida, aproveitando cada espacinho deixado pelo dono da casa e beneficiado pela eficiente marcação sobre os principais articuladores do Palmeiras. Mas mesmo com o crescimento do Goiás, o gol tão esperado pela torcida do Palmeiras saiu aos 33: Edinho fez um belo lançamento para Luan, que tirou de Harlei e tocou para o fundo do gol: 1 a 0, com direito até a dancinha com os companheiros. A situação do Goiás se complicava. O time de Goiânia precisava fazer dois gols para chegar à final.

Quando o jogo já caminhava para o fim do primeiro tempo, com festa da torcida palmeirense, o Goiás deu o primeiro passo para mudar sua condição: aos 47, Marcelo Costa cobrou uma falta no travessão: a zaga afastou, mas o zagueiro Rafael Tolói mandou para a área novamente, Rafael Moura escorou e Carlos Alberto aproveitou a sobra, de cabeça, mirou o gol de Deola. A bola ainda bateu em Tinga antes de entrar: 1 a 1. Silêncio no Pacaembu e vibração dos poucos torcedores do Esmeraldino presentes.

Tentando se recuperar do baque, a torcida do Palmeiras voltou a incentivar o time no segundo tempo, colorindo o Pacaembu com mais balões. No Goiás, Artur Neto tirou Douglas, que não fazia boa partida, e colocou o atacante Felipe improvisado pela ala direita. O treinador tentava tirar proveito do gol feito, que abalou um pouco a equipe do anfitrião em campo. O time goiano crescia nos contra-ataques. A tensão era grande entre os torcedores do Palmeiras. Eles não acreditaram quando Kleber errou uma tabela com Lincoln, ou quando o árbitro deu vantagem em uma falta frontal sofrida por Marcos Assunção. As unhas eram roídas cada vez que Deola precisava encaixar uma bola.

Felipão tirou Lincoln e apostou em Dinei para tentar o segundo gol e tranquilizar a massa. Mas o que o treinador palmeirense não previa era a tragédia que se anunciava para o seu time. Aos 36 minutos, o Pacaembu se calou pela segunda vez. Marcão cruzou da esquerda, Rafael Moura ajeitou de cabeça para o meio da pequena área, e Ernando totalmente livre e em posição legal, cabeceou para o gol, fazendo o gol da classificação goiana: 2 a 1 para o visitante.

Depois de um breve silêncio, a torcida do time paulista apoiou até o fim, mas o nervosismo era evidente entre os donos da casa. Artur Neto tirou um atacante e segurou a pressão do anfitrião. O Palmeiras, afobado, tentava empatar. Mas amargou a decepção em casa. Festa para o time goiano, que se superou, se classificou por marcar mais gols fora de casa do que o rival e agora é o representante brasileiro na final da Copa Sulamericana. Um alento após o rebaixamento para a Série B do Brasileiro. Palmeiras 1 (2) x (2) 2 Goiás. Agora, o time da região central do país pega o vencedor da disputa entre LDU e Independiente. Os times fazem o segundo jogo nesta quinta-feira, na Argentina. Na primeira partida, o time equatoriano venceu por 3 a 2.

Apagão português e o Messi de sempre…

Grupo A: Inter de Milão(ITA) – Tottenham(ING) – Werder Bremem(ALE) – Twente(HOL)

GLOBOESPORTE.COM
Atual campeão europeu, o Inter de Milão garantiu nesta quarta-feira sua vaga nas oitavas de final na atual edição da Liga dos Campeões. Jogando em casa, no Giuseppe Meazza, os interistas derrotaram os holandeses do Twente por 1 a 0, gol do argentino Cambiasso, e asseguraram ao menos o segundo lugar do Grupo A com uma rodada de antecipação. Os ingleses do Tottenham, que bateram os alemães do Werder Bremen por 3 a 0, em Londres, também se classificaram. Kaboul, Modric e Crouch fizeram os gols do jogo. Os vitoriosos da rodada chegaram a dez pontos e não podem mais ser alcançados pelo Twente (cinco), que desta forma já tem vaga garantida na fase mata-mata da Liga Europa. Werder, com dois pontos, não tem mais como escapar da última posição e está eliminado. Na última rodada, italianos e ingleses atuam para ver quem fica na liderança. Se ambos vencerem, os ingleses terminam em primeiro do grupo, por levarem vantagem no confronto direto com os italianos.

1 Tottenham 10
2 Inter 10
3 Twente 5
4 Werder Bremen 2

Grupo B: Lyon(FRA) – Benfica(POR) – Schalke 04(ALE) – Hapoel Tel Aviv(ISR)

GLOBOESPORTE.COM
O título da temporada 2009/10 no Campeonato Português fez o Benfica sonhar alto. Planejava uma Liga dos Campeões gloriosa para, quem sabe, repetir os títulos de 1961 e 1962. Mas nesta quarta-feira o pesadelo se confirmou. Com a ajuda do brasileiro Douglas da Silva, o time perdeu de maneira surpreendente e decepcionante por 3 a 0 para o eliminado Hapoel Tel-Aviv, em Israel, e não tem mais chance de avançar. Já na Alemanha, depois de golear o Werder Bremen por 4 a 0 no Campeonato Alemão, o Schalke 04 manteve a fase no Arena Alfschalke. Antes dos 20 minutos o time abriu dois gols de vantagem sobre o atônito Lyon. Gols de Farfán e Huntelaar. O holandês ainda fez mais um aos 44 do segundo tempo e fechou o placar com o mesmo 3 a 0 da outra partida da chave e vaga garantida para o Schalke. Os franceses do Lyon ainda sonham com a ponta e disputarão a primeira colocação na última rodada de grupos.

1 Schalke 10
2 Lyon 6
3 Benfica 6
4 Hapoel 4

Grupo C: Manchester United(ING) – Valencia(ESP) – Rangers(ESC) – Bursaspor(TUR)

Desde o dia 7 de setembro o astro Wayne Rooney não marcava um gol sequer. Esse jejum acabou na tarde dessa quarta-feira. Voltando ao time titular do Manchester, o camisa 10 inglês liderou e marcou o único gol da partida, de pênalti, diante do Rangers, na Escócia. Com a vitória magra, a equipe do treinador Alex Ferguson garantiu sua vaga na fase de Oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A outra vaga do Grupo C é do Valencia. Os espanhóis receberam o frágil time do Bursaspor, da Turquia. E os donos da casa não tomaram o menos conhecimento dos visitantes. Só no primeiro tempo foram quatro. Na etapa vieram mais dois. Os turcos ainda fizeram o de honra, e o placar final marcava Valencia 6, Bursaspor 1. No dia 7 de dezembro, os dois times se enfrentam no Old Trafford para definir quem ficará com a primeira colocação e a vantagem de decidir em casa nas Oitavas.

1 Manchester 13
2 Valencia 10
3 Rangers 5
4 Bursaspor 0

Grupo D: Barcelona(ESP) – Panathinaikos(GRE) – Rubin Kazan (RUS) – Companhague(SUI)

GLOBOESPORTE.COM
De pé em pé, o Barcelona faz as simples jogadas se tornarem bonitas para o espectador. Com a plasticidade do rápido toque de bola, os catalães envolveram o Panathinaikos no estádio OACA Spiros Louis, em Atenas, e garantiram a primeira colocação no Grupo D com convincentes 3 a 0. Pedro Rodríguez marcou duas vezes, mas foi Lionel Messi o autor do gol mais bonito da noite, em jogo válido pela quinta rodada. Tudo isso às vésperas do grande clássico do ano, contra o não menos encantador Real Madrid, na próxima segunda-feira, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol. Com 11 pontos na Liga, a equipe dos brasileiros Adriano, que teve boa atuação, Daniel Alves e Maxwell não pode mais ser alcançada por Copenhague ou Rubin Kazan. Equipes essas, aliás, que se enfrentaram na Rússia. Sob uma temperatura de zero grau, a partida não foi nada empolgante, e o placar quase não foi movimentado. Coube ao equatoriano Christian Noboa, de pênalti, dar a vitória ao Rubin Kazan sobre o Copenhague. Com seis pontos, os russos dependem de, no mínimo, um empate com o Barcelona, no Camp Nou, combinado com uma derrota dos dinamarqueses para o lanterna Panathinaikos, na capital do país nórdico.

1 Barcelona 11
2 Copenhague 7
3 Rubin Kazan 6
4 Panathinaikos 2

Classificações galáticas e brasileiras…!!!

Grupo E: Bayer de Munique(ALE) – Roma(ITA) – Cluj(ROM) – Basel(SUI)

( Foto: Reuters)

O clássico mundial na Itália foi muito bom. O líder e até então 100% na competição saiu na frente e até o intervalo batia os donos da casa por 2 a 0. Mas na etapa complementar, os anfitriões resolveram acordar e reagiram. Com gols de Borrielo, De Rosse e do astro Totti, que entrou no segundo tempo e marcou de pênalti, a Roma venceu por 3 a 2 e praticamente se garantiu na fase seguinta da Liga dos Campeões da Europa. O time alemão já estava assegurado nas Oitavas. No outro jogo da chave, os suiços do Basel mantiveram as esperanças de também conseguir uma vaga. Vitória magra frente ao Cluj, da Romênia, e agora precisam vencer o Bayern na última rodada e ainda torcer por um tropeço da Roma diante dos romenos, que já estão eliminados.

1 Bayern de Munique 12
2 Roma 9
3 Basel 6
4 Cluj 3

Grupo F: Chelsea(ING) – Olimpique de Marselha(FRA) – Spartak Moscou(RUS) – Zilina(ESL)

Tudo definido no Grupo F. O Olimpique de Marselha foi até Moscou para garantir a sua vaga para as Oitavas de final. E o duelo foi difícil diante do Spartak, do brasileiro Ibson, ex-Flamengo, que também dependia dessa vitória para se classificar. Porém, os franceses não se intimidaram pelo frio e pela torcida adversária. Imponentes 3 a 0, com direito a gol do brasileiro Brandão. Desde a temporada 1999/2000 os franceses não conseguiam passar da fase inicial da Liga dos Campeões. No outro duelo da chave, os poderosos ingleses do Chelsea mais uma vez mostraram sua superioridade. Jogando em casa e já classificado, os Blues entraram em campo com um time reserva, repleto de jovens. Isso dificultou um pouco, mas não impediu mais um êxito inglês frente aos eslovacos que perderam todas na Liga. 2 a 1 Chelsea, de virada. 5 jogos e 5 vitórias na competição.

1 Chelsea 15
2 Olimpique 9
3 Spartak 6
4 Zilina 0

Grupo G: Real Madrid(ESP) – Milan(ITA) – Ajax(HOL) – Auxerre(FRA)

O atual líder do Campeonato Italiano contou com forças galáticas e gaúchas para se garantir na próxima fase da Liga dos Campeões. A vitória já estava caminhada até os 40 minutos do segundo tempo. Foi quando Ronaldinho Gaúcho entrou em campo substituindo o atacante Ibrahimovic, autor de primeiro gol dos visitantes no duelo de ontem. Eis que cinco minutos depois, já nos acréscimos, Robinho se livrou de três marcadores, e tocou para o camisa 80 que ajeitou com o pé direito e finalizou com o pé esquerdo, no cantinho do goleiro, garantindo três pontos frente aos franceses do Auxerre, fora de casa. Auxerre 0, Milan 2. Essa vitória garantiu a classificação, muito também devido à goleada e à fase que atravessa os galáticos do Real e do português Cristiano Ronaldo. Poupando alguns jogadores e com alguns desfalques, o time do badalado treinador José Mourinho foi até Amsterdã e mostrou mais uma vez que é um dos favoritos ao título dessa edição do torneio europeu. Com dois de Ronaldo, um de Benzema e um de Arbeloa, o Real venceu por 4 a 0 e ajudou a eliminar os anfitriões do Ajax.

1 Real Madrid 13
2 Milan 8
3 Ajax 4
4 Auxerre 3

Grupo H: Arsenal(ING) – Shaktar Donetsk(UCR) – Braga(POR) – Partizan(SER)

Pelo Grupo H, o Shaktar Donetsk se aproximou da vaga com uma grande força brasileira. Com gols de Jadson, ex-Atlético/PR, e Eduardo da Silva, naturalizado croata, o clube ucraniano bateu o Partizan, em Belgrado, por 3 a 0, e assumiu a liderança da chave. Isso porque os favoritos do grupo vacilaram feio, mesmo estando atuando fora de casa. O Arsenal, que tem o melhor ataque da competição com 15 gols em quatro jogos, passou em branco dessa vez e caiu diante dos portugueses do Braga. Com dois gols do brasileiro Mateus, que no Brasil atuou apenas no Itabaiana, da Bahia, o time anfitrião, que ainda contou com o ex-corintiano Felipe, além de alguns outros brasileiros, vencer por 2 a 0 e ainda manteve chances de avançar na Liga. Para isso, farão duelo decisivo diante do Spartak na próxima rodada. O Arsenal só depende de si, contra o já eliminado Partizan.

1 Shaktar Donetsk 12
2 Arsenal 9
3 Braga 9
4 Partizan 0

Problema pouco é bobagem!!


Não bastasse a distância do título e a ausência confirmada de Ronaldo na partida diante do Vasco no próximo domingo, o técnico Tite ganhou mais um problema após o treino da manhã dessa quarta-feira. Em uma dividida com o volante Jucilei, o meia Bruno César machucou o joelho esquerdo e abandonou o treinamento, acompanhado pelo médico do clube Julio Stancati. Em entrevista ao programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes, o articulador corintiano explicou o lance e afrimou que a região está bastante dolorida, mas que já iniciou o tratamento com a fisioterapia e que espera não ser nada de mais grave.

Ronaldo fora do penúltimo duelo!!!

Não bastasse mais uma queda da liderança e a provável e iminente perda do título nacional, o Corinthians perdeu seu principal jogador para os duelos finais da Brasileirão. Nada mais, nada menos que Ronaldo. O Fenômeno completava seu sétimo jogo consecutivo, número de partidas, aliás, que não conseguiu superar desde a sua chegada ao clube, e mais uma vez, voltou a sentir problemas musculares no coxa direita e foi substituído por Iarley aos 25 minutos da primeira etapa.

Devido à mais essa contusão, Ronaldo já foi vetado pelo departamento médico corintiano para o penúltimo confronto da equipe, no próximo domingo, diante do Vasco, no Pacaembu. O camisa 9 realizou exames na manhã dessa terça-feira e foi confirmada a moderada gravidade na lesão no músculo posterior da coxa direita. Porém, já foi iniciado tratamento intensivo para manter as esperanças quanto à atuação do atacante no jogo final, no domingo seguinte, dia 5, em Goiânia, frente ao Goiás, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, Dentinho, que não atuou em Salvador por estar suspenso, volta à equipe e deve ser titular ao lado de Jorge Henrique, mesmo porque as outras opções Iarley e Souza, que nem vem sendo mais aproveitado, são frequentemente criticados pela torcida. O time de Parque São Jorge está em segundo, um ponto atrás do líder Fluminense, e precisa vencer suas partidas e ainda contar com um vacilo do Tricolor carioca, que enfrenta o Palmeiras (que já confirmou que irá atuar com o time inteiro reserva, classificando-se ou não para a final da Copa Sulamericana essa semana) e Guarani, com um pé na Segunda Divisão do ano que vem.

Anúncios