Com Conca fica fácil…

GLOBOESPORTE.COM

No confronto do líder contra o time sensação do segundo turno, melhor para o mais regular durante todo o Brasileirão. Melhor para quem tem Conca, fortíssimo candidato a craque da competição. Com muitas lesões e suspensões de jogadores ofensivos, Muricy Ramalho se viu obrigado a escalar somente um atacante: Washington. Renato Gaúcho, por sua vez, escolheu Souza em vez de Ferdinando e deixou o Grêmio teoricamente mais ofensivo, com três armadores e dois atacantes.

Mas na prática, quem começou pressionando foram os donos da casa. O time carioca marcava forte e jogava nos erros do Grêmio. Aproveitando o fato de ter cinco jogadores no meio de campo, o Flu roubava a bola e liberava os laterais, criando problemas para os gaúchos. Os momentos iniciais foram eletrizantes, mas o bom futebol teve que ser interrompido por alguns segundos para o atendimento do… árbitro. Heber Roberto Lopes recebeu uma bolada de Fernando Bob e, sem conseguir respirar direito, parou a partida.

o Flu se levantou e sacudiu a poeira no Engenhão. Ou melhor, o pó de arroz se fez presente no estádio para comemorar a abertura do placar. Aos 19, Mariano tocou para Conca na entrada da área. O argentino girou para cima de Souza e acertou um chutaço no ângulo direito de Victor: 1 a 0.

Sem alterações na volta do intervalo, mesmo panorama do fim do primeiro tempo. Flu encolhido e Grêmio pressionando. O Grêmio poderia ter sorte melhor na partida se Heber Roberto Lopes tivesse marcado pênalti em Jonas aos 19 minutos. Lançado na área, o artilheiro do Brasileirão se antecipou a Leandro Euzébio e foi derrubado. O lance seguiu, e dali para frente o time do Grêmio ficou muito nervoso com a arbitragem. Recebeu quatro cartões amarelos em cinco minutos, três deles por reclamação.

Melhor para o Fluminense. O time carioca se aproveitou de distração na saída de bola do Grêmio, e Thiaguinho roubou a bola de Vilson. O volante tocou para Conca, que achou Washington na área, pelo lado esquerdo. O atacante meio que passou, meio que chutou, e o argentino apareceu na segunda trave para empurrar para o gol, com Victor já batido. Ao som do tradicional grito de “time de guerreiros” das arquibancadas, era o belo desfecho de uma noite para tricolor (carioca, é claro) nenhum botar defeito. Fluminense 2 x 0 Grêmio.

Com a vitória, o Flu abriu três pontos de vantagem para o Corinthians e o Cruzeiro, pelo menos até sábado. Mas ainda que a Raposa vença o Grêmio Prudente e iguale os 57 pontos e 16 vitórias, é pouco provável que Tricolor perca a liderança, devido à enorme diferença no saldo gols: 20 contra 11 dos mineiros. Na próxima rodada, o Fluminense tem mais um confronto contra gaúchos: encara o Inter na quarta-feira, às 19h30m, em Porto Alegre. Nos mesmos dia e horário, o Grêmio visita o Goiás. Nos outros jogos da quinta-feira, o Atlético/GO recebeu e ficou no empate diante do Ceará. 1 a 1. E o São Paulo voltou a se dar bem. Jogando em Barueri, os comandados de Paulo César Carpegiani enfrentaram seu ex-clube, o Atlético/PR. O jogo foi duro, mas com gols de Ricardo Oliveira e Miranda, o time do Morumbi levou a melhor e alcançou a sétima posição na tabela.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: