Arquivo para 4 de maio de 2010

Campeões de norte a sul…

Começamos então o giro dos Campeões Estaduais em 2010 pelo Nordeste. Na Bahia, aconteceu o que era esperado. O clássico Ba-Vi decidiu o Campeonato Baiano desse ano. E como já vem sendo costume, os Rubro-Negros levaram a melhor, conquistando seu 26º título do Campeonato Baiano mesmo perdendo por 2 a 1 para o Tricolor. No primeiro jogo da final, o time rubro-negro venceu por 1 a 0 e podia até perder por um gol de diferença, já que teve a melhor campanha na primeira fase. Elkeson marcou o gol dos campeões, enquanto Rodrigo Gral e Lima deram a inútil vitória aos rivais.

No Ceará, também nada de muitas surpresas. A decisão foi entre Ceará e Fortaleza. No primeiro jogo, 1 a 0 para o Tricolor. Na volta, os cearenses bateram os rivais por 2 a 1 e o campeonato foi decidido nos pênaltis. Nas cobranças, melhor para o Fortaleza, 3 a 1 e tetracampeonato seguido garantido.

Já continuando em viagem, partimos para a área central do país. No campeonato goiano, o Goiás não se deu bem esse ano. 2010 foi todo do Atlético/GO. O time, que disputará a Série A do Campeonato Brasileiro, não encontrou a menor dificuldade na decisão. Diante a frágil equipe do Santa Helena, a equipe comandada pelo técnico Geninho goleou os dois jogos, 4 a 0 e 3 a 1, e conquistou o décimo primeiro título estadual.

Descendo para a região sul e sudeste, Rio e Paraná já tinham definidos seus campeões. Na cidade maravilhosa, o Botafogo desbancou o Flamengo e se sagrou campeão esse ano. No Paraná, quem fez a festa foi o Coritiba, em decisão contra o Atlético/PR.
Já em Santa Catarina, o Avaí foi outro que não encontrou maiores dificuldades para se consagrar campeão. Os comandados de Péricles Chamusca bateram o Joinville semana passada por 3 a 1, e nesse domingo, por 2 a 0, com grande atuação de Davi, destaque da campanha, que culminou no bicampeonato.

Em Belo Horizonte, o Atlético já estava satisfeito pelo simples fato do Cruzeiro não estar na decisão. Mas Vanderlei Luxemburgo, Diego Tardelli e cia., queriam mais do que isso. Com gols de Diego Tardelli e Marques, ambos no segundo tempo, o Atlético-MG venceu o Ipatinga por 2 a 0, no Mineirão, e conquistou o título do Campeonato Mineiro pela 40ª vez, abrindo cinco taças de vantagem em relação ao rival Cruzeiro. O Tigre lutou, marcou forte, atacou, mas não conseguiu vencer o estadual. O primeiro jogo havia sido 3 a 2 para os atleticanos.

E em Porto Alegre, a decisão foi apenas entre ‘gente grande’. Como todo bom Gre-Nal, o jogo foi muito tenso e até violento, com confusões, brigas e tudo mais. Mesmo com a derrota no clássico, por 1 a 0, o Grêmio fez valer o resultado do primeiro jogo, no domingo passado, a vitória por 2 a 0 no Beira-Rio. E foi campeão mesmo assim, quebrando um jejum que incomodava a torcida azul desde 2007. O Rio Grande do Sul pertence ao Grêmio pela 36ª vez. O Colorado segue na frente no histórico estadual, com 39 conquistas.