O fim da ‘era’ Armando Nogueira…

GLOBOESPORTE.COM

O jornalismo está de luto. Foi-se um representante da “camisa 10” na arte de escrever da era de ouro da crônica esportiva. Aos 83 anos, Armando Nogueira, um dos maiores jornalistas do país, tanto esportivo quanto das demais áreas, morreu na madrugada desta segunda-feira, em sua casa, na Lagoa, Zona Sul do Rio de Janeiro. Há dois anos, Armando lutava contra um câncer no cérebro – que lhe roubou primeiro a capacidade de falar e escrever, duas das atividades que mais prezava.

O velório do corpo do jornalista será a partir das 13h desta segunda-feira, na Tribuna de Honra do Maracanã, até as 11h de terça-feira. De lá, o corpo seguirá para o enterro, às 12h, no cemitério São João Batista.
No estádio, lhe foi dada uma das maiores homenagens pela Superintendência de Desportos da Cidade do Rio de Janeiro (Suderj), que inaugurou o Espaço Armando Nogueira, localizado no acesso à tribuna de imprensa. A foto do cronista aparece ao lado das de outros 72 grandes nomes da imprensa esportiva, como Ary Barroso, Jorge Cury e João Saldanha. O Governo do Estado do Rio decretou luto oficial de três dias. Armando, que foi um dos criadores do Jornal Nacional, do qual foi diretor de jornalismo na Rede Globo, deixa um filho, Armando Augusto Magalhães Nogueira, conhecido como Manduca, também jornalista.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: