Arquivo para 11 de fevereiro de 2010

Tricolor começa bem na Libertadores e Flamenguinho vem a SP…

Marcelo Prado
Globoesporte.com

Não foi exatamente a atuação que os tricolores esperavam. Mas começar a Libertadores vencendo o fraco Monterrey, do México, do atacante Val Baiano, ex- Barueri, foi o que importou para os 35 mil são-paulinos presentes ao Morumbi na noite desta quarta-feira.

O time começou no esquema 4-4-2, formação na qual a equipe enfrentou o Santos, domingo passado, com Renato Silva como um falso lateral-direito e Jean como volante. Sem Dagoberto, machucado, Ricardo Gomes escalou o ataque com Marcelinho Paraíba e Washington.
E a ausência do velocista fez muito mal ao time, que era previsível e lento. Mas na única jogada em que a equipe trabalhou a bola, o gol saiu. Aos 12, Washington tocou para Hernanes, que lançou Marcelinho Paraíba na esquerda. O atacante esperou a passagem de Jorge Wagner e tocou para o camisa 7, que foi ao fundo e cruzou na medida para Washington. Cervantes se antecipou ao camisa 9 e, ao tentar cortar o lance, empurrou para o próprio gol. O atacante são-paulino nem quis saber e saiu comemorando. O árbitro argentino Sergio Pezzotta “embarcou” e deu o gol para ele.

Quem esperava que o time fosse deslanchar se enganou. Apesar dos gritos de Ricardo Gomes, o time seguiu burocrático.
No segundo tempo, o torcedor, irritado, não perdoou a seqüência de erros, vaiou e pedia Cicinho. E Ricardo Gomes, aos 28, resolveu atender à voz das arquibancadas e chamou o camisa 23 que, após cinco anos, voltou a vestir a camisa do time.

Aos 30, saiu o segundo gol. Hernanes cobrou escanteio pela esquerda, Jorge Wagner desviou de cabeça, e Washington, na segunda trave, só empurrou para o gol vazio. Com o jogo definido, o técnico Ricardo Gomes aproveitou para fazer nova alteração e tirou o cansado Marcelinho Paraíba para pôr Marlos. Nos minutos finais, o Monterrey buscou mais o ataque, mas nada que assustasse o São Paulo, que segurou a vantagem até o fim.

  • Copa do Brasil
  • Julyana Travaglia
    Globoesporte.com

    O Palmeiras venceu o Flamengo-PI por 1 a 0 no primeiro jogo da primeira fase da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira, no lotado estádio Albertão, em Teresina, mas não conseguiu evitar a segunda partida. Assim, terá mais um compromisso em sua agenda no próximo dia 24, no Palestra Itália. O Verdão joga pelo empate. Se for derrotado por 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis. Os piauienses se classificam com qualquer vitória por outro placar.

    Anúncios
    Anúncios