Arquivo para novembro \30\UTC 2009

Faltando 1 jogo, alguém se arrisca? classificação e resultados…


Se faltou técnica e capacidade para se abrir vantagem aos concorrentes para as equipes nesse campeonato, sobrou emoção. Pra quem não gosta de um campeonato de pontos ganhos, como esse que vos bloga, tem que concordar que esse ano pelo menos em emoção e equilíbrio o campeonato se superou. Muita emoção. Tanto que chegamos na última rodada com três equipes com chances de título e uma que colocou uma mão nessa taça. E não foi o time que dependia somente de si.
O encaminhamento dessa decisão toda passou por quatro estádios. O Brinco de Ouro, em Campinas, o Parque Antártica, em São Paulo, a Ilha do Retiro, em Recife e no Serra Dourada, em Goiânia.
E o show da penúltima rodada do Brasileirão começou por volta das 5 da tarde e ás 5 e 1, já saiu o primeiro gol das decisões.
No Parque Antártica, o Palmeiras mostrou que ainda estava vivo na briga e abriu o placar no primeiro minuto de jogo. David Sacconi cruzou na área e Claiton Xavier se jogou para mandar para as redes.

Com muita tensão e equilíbrio em todos os jogos que decidiam, se esperava que os gols demorariam a sair ou nem sairiam com tanta frequencia na rodada. Não foi o que aconteceu. Ainda na capital paulista, a torcida verde tomou um susto aos 12 minutos. Eder Luis lançou e Diego Tardelli tocou na saída de Marcos. Ducha de água fria para os palmeirenses.
Dois minutos depois, o placar foi inaugurado no Serra Dourada. E foi pelo então mais provável campeão. Próximo do seu quarto título consecutivo. Aos 14 minutos, Hernanes cobrou falta, levantando na área. Jorge Vágner desviou, Harlei salvou a primeira, mas Washington pegou a sobra e empurrou para dentro. 1 a 0 São Paulo.

Mas o jogo no Palestra Itália estava pegando fogo. E aos 16 aconteceu o lance mais bonito do domingo, e provavelmente do campeonato, e ‘que sá’ do ano inteiro.
Éder Luís errou o passe para trás e acabou dando de presente para Vágner Love que saiu sozinho de frente para o gol de Carini, que foi obrigado a sair no desespero e dar um chutão na bola. Ela subiu em direção ao círculo central do campo, onde estava Diego Souza. O camisa 7 palmeirense pegou de primeira do meio de campo e acertou direto nas redes do Atlético. Um gol estupendo. SENSACIONAL! 2 a 1 Palmeiras.
Aos 21, o JASON sentiu que a coisa poderia ficar complicada em Goiânia. Após cruzamento da esquerda, Vitor dominou, puxou para o pé esquerdo e mandou no ângulo de Rogério Ceni. 1 a 1.
Cinco minutos depois, o duelo dos mais queridos do país saiu do zero. E quem abriu o placar foi o time que briga pela ponta da tabela. Toró fez longo lançamento para Zé Roberto, que arrancou, ganhou de Jucilei e Chicão na corrida e tocou por baixo do goleiro Felipe. 1 a 0 Flamengo.

Enquanto isso, no Serra Dourada, o tricolor paulista sentia o impacto do empate. E a situação dos atuais tricampeões ficou ainda mais difícil. Aos 37, Rápida troca de passes envolvente do ataque goiano e o volante Rithelly apareceu na área, saiu da marcação e tocou na saída de Rogério.
Pelos lados do nordeste brasileiro, o jogo que seguia mais tranquilo era o da Ilha do Retiro. Os já rebaixados pernambucanos do Sport conseguiam segurar o Inter, que não fazia tanto por merecer o gol. E quem saiu na frente foram os donos da casa, animando os concorrentes ao título. Aos 40 minutos, Fininho levantou na área, a zaga bobeou, o atacante Vandinho protegeu e mandou no canto do goleiro Lauro, deixando os colorados incrédulos.
Antes do intervalo, o Palmeiras parecia se aproximar ainda mais dos três pontos e de se consolidar em umas das vagas para a Libertadores. Aos 45, mais um passe de David Sacconi e dessa vez Vágner Love, selando a paz com a torcida, pôs fim ao jejum de cinco jogos sem gols e fez 3 a 1, dando números finais ao confronto. Palmeiras 3 x 1 Atlético/MG.

Os jogos foram para a etapa final, as equipes baixaram um pouco a adrenalina e começaram a cadenciar um pouco mais as partidas.
Mas quem começou mais disposto foi justamente o time que não almeja mais nada do campeonato. O time verde de Goiânia fez o terceiro aos 21. Mais uma vez o lateral Vitor, dessa vez arrancando pela direita, cruzou na cabeça de Fernandão, que cabecou forte. 3 a 1. Quatro minutos depois, os comandados de Ricardo Gomes ameaçaram reagir. Hugo aproveitou a bobeada do zagueiro Tolói, tomou a bola e acionou Washington. O ‘Coração Valente’ driblou Harlei e diminuiu. Mas, um minuto depois, a esperança dos até então líderes se acabou. Léo Lima recebeu na intermediária, se livrou da marcação e bateu no canto, decretando o tropeço que pode ser fatal ao São Paulo. Goiás 4 x 2 São Paulo.

Um minuto depois, o placar mexia na Ilha do Retiro. E os gaúchos também reacenderam sua chama da esperança. O lateral Kléber recebeu na esquerda e teve tranquilidade para tirar do goleiro Magrão. E a esperança se consolidou aos 39. Através do pé direito do talismã colorado. Andrezinho. Em cobrança de falta perfeita, o reserva do Inter mandou no canto direito do goleiro do Sport e manteve o time de Mário Sérgio na briga direta, agora na vice-liderança. Sport 1 x 2 Inter.

O último gol das partidas decisivas quanto a título nessa penúltima rodada saiu em Campinas. Depois de muita contestação dos corintianos em relação a arbitragem, com expulsões de Chicão e Mano Menezes, o garoto Dodô empurrou Léo Moura dentro da área aos 45 minutos. Evandro Rogério Roman assinalou pênalti. Na cobrança, o próprio Léo marcou o segundo e definiu o Fla como o mais provável campeão para a última rodada. Corinthians 0 x 2 Flamengo.

Nos outros jogos, o destaque, mais uma vez, ficou por conta do Fluminense. Mesmo depois de apanhar de 5 a 1 da LDU pela final da Taça Sulamericana, os tricolores não se abalaram e golearam o Vitória no Maracanã, 4 a 0.

E, por mais incrível que pareça para um time que tinha 98% de chances de ser rebaixado, o Flu saiu da zona de rebaixamento, empurrando o Botafogo, que perdeu para o Atlético/PR na Arena, para a área de degola. O Santo André também conquistou uma excelente vitória, 5 a 3, o que causou a confirmação do rebaixamento do Náutico. Mas pode-se dizer que foi uma despedida honrosa do time de Marcelinho Carioca, pois o time ainda precisa de praticamente um milagre para escapar da Segunda Divisão em 2010.

Dom, 29/11/2009
Corinthians 0x2 Flamengo
Palmeiras 3×1 Atlético-MG
Santo André 5×3 Náutico
Atlético-PR 2×0 Botafogo
Grêmio 4×2 Barueri
Fluminense 4×0 Vitória
Goiás 4×2 São Paulo
Sport 1×2 Internacional
Cruzeiro 4×1 Coritiba
Avaí 2×2 Santos

1 Flamengo 64
2 Internacional 62
3 Palmeiras 62
4 São Paulo 62
5 Cruzeiro 59
6 Atlético-MG 56
7 Grêmio 55
8 Goiás 54
9 Avaí 54
10 Corinthians 49
11 Santos 49
12 Barueri 48
13 Vitória 47
14 Atlético-PR 47
15 Fluminense 45
16 Coritiba 44
17 Botafogo 44
18 Santo André 41
19 Náutico 38
20 Sport 31

Anúncios

Dodô vai jogar no Vasco, que não vai mais ter Dorival…

Muita novidade para a torcida vascaína, que ainda comemora o retorno para a principal divisão de futebol nacional, como campeão da Série B de 2009.
Já pensando na trajetória na Primeira Divisão do ano que vem, o Vasco anunciou uma contratação de impacto. Trata-se de Dodô.
O atacante acertou verbalmente os detalhes da negociação e desembarca no Rio de Janeiro nos próximos dias para assinar o contrato e ser anunciado de forma definitiva pelo clube. A princípio, o contrato será de um ano.

Dodô, que tem 35 anos, está afastado do futebol devido a suspensão sofrida em definitivo em setembro de 2008. Já afastado a 9 meses nessa data, a suspensão, de dois anos imposta pela Fifa e pela Agência Mundial Antidoping por uso de sustância proibida após uma goleada do Botafogo, então seu clube, diante justamente do Vasco, por 4 a 0, acabará dia 6 de dezembro próximo.
A diretoria vascaína ainda espera para anunciar Dodô, mas corre também atrás de reforços importantes para o próximo ano. Léo Gago, do Avaí, Durval, zagueiro do Sport e o meia Rafael Carioca, ex-Grêmio e atualmente no Spartak Moscou, são os nomes que parecem mais próximos de atuar pelo clube de São Januário.

Mas se por um lado as notícias são boas, por outro a situação fica difícil. Na tarde dessa sexta-feira, o técnico Dorival Júnior afirmou que não continua no Vasco em 2010.
Após uma reunião na casa do presidente Roberto Dinamite, o próprio Dorival afirmou que houve um consenso das duas partes e que o que menos interferiu foi o fator financeiro.

Paramos. Não chegamos nem a conversar sobre dinheiro, mas pelo ambiente, achamos ideal parar por aqui. Comando o time neste sábado e depois saio.

Mesmo antes da saída do Vasco, Dorival Júnior já era pretendido diretamente pelo Grêmio. Ainda não se fala de nenhum nome para substituir o treinador no clube de São Januário.

Freada de tirar o fôlego…


E a sequência impressionante de 13 jogos de invencibilidade, com 12 vitórias e um empate, do Fluminense foi freada. E foi de maneira tão impressionante quanto. Justamente na final da Copa Sulamericana, justamente diante da mesma LDU da Libertadores do 2008. Em uma maratona extremamente desgastante, os jogadores e comissão técnica do Flu foram diretamente de Recife, onde bateram o Sport no último domingo pelo Campeonato Brasileiro, para Quito, com horas de viagem aérea, com direito a escalas e tudo mais. Isso sem contar a altitude, que nunca perdoa. Simplesmente 2850 metros de altura, que acabram com o fôlego de Fred, Conca e cia.
E parecia que os brasileiros não se abalariam com tudo isso e que a arrancada continuaria a todo vapor. Pois bastaram 23 segundos para Fred arriscar de longe, o goleiro dar rebote e Marquinho encher o pé para abrir o placar.
Mas os donos da casa sabiam catimbar e usar a malandragem a seu favor. Aos 20 minutos, quando os primeiros sinais de cansaço já apareciam entre os jogadores do time carioca, antes da bola sair pela linha lateral, os gandulas arremessavam outra. Isso aconteceu. O zagueiro Dalton foi obrigado a fazer falta. Que foi cobrada com mais rapidez ainda. Edison Mendez recebeu na área e bateu forte para empatar. E, aos 44, o castigo foi ainda maior. Em nova cobrança de falta, dessa vez Mendez não teve pressa, armou o chute e soltou a bomba na barreira. Ela voltou na medida para o mesmo, que fuzilou. No ângulo de Rafael, que mais uma vez, não pôde fazer nada.

Mal sabiam os comandados de Cuca que a situação pioraria. E muito. Aos 14 minutos, os cansados brasileiros não evitaram o cruzamento da direita e adivinha quem cabeceou para as redes? Mendez. 3 a 1. Era nítida a falta de ar dos jogadores do tricolor do Rio. Diguinho e Mariano pediram substituição por não aguentarem mais. E os equatorianos aproveitaram. Aos 31, Salas recebeu pela direita, invadiu a área e bateu cruzado, com facilidade, no canto direito de Rafael, que também não fez boa apresentação. E pra fechar a conta, aos 42, o lateral De la Cruz recebeu passe curto do escanteio, avançou e acertou outro chutasso, de fora da área. LDU 5 X 1 Fluminense.

Para o jogo de volta a missão do Flu é de fazer nada mais, nada menos do que 4 a 0 para ficar com o título. Se tomar um gol terá que fazer 6. O maior medo dos torcedores e dos próprios jogadores e comissão técnica é que esse péssimo resultado não interfira na arrancada para continuar buscando permanecer na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro.

Brasileiros brilhando na Liga… Gaúcho? Kaká? Não. Fernando e Denílson…


Grupo A: Bayern Munique(ALE) – Juventus(ITA) – Bordeaux(FRA) – Maccabi Haifa(ISR)
No grupo A, mais uma vez os tradicionais clubes da Europa, no caso Juventus, com dois títulos e Bayer de Munique, com quatro, não são páreos para o Bordeaux. O atual campeão francês, a principio, menor potência do que os rivais de grupo, dominou mais uma rodada e se garantiram como líder do grupo A. Jogando em seus domínios, o Bordeaux encarou a Juve e levou a melhor. Com gol do volante brasileiro Fernando, o Bordeaux bateu os italianos por 2 a 0 e contabilizaram a quarta vitória, somando 13 pontos. Já a ‘Velha Senhora’ ficou em segundo com oito pontos e vai decidir a vaga na última rodada, diante do Bayer de Munique. Bayer que se manteve vivo na disputa ao vencer o Maccabi Haifa, de Israel, por 1 a 0 e alcançar os sete pontos. Na última rodada, Juventus e Bayer de Munique se enfrentam em Turim, que vencer leva a segunda vaga. Se empatar, o Juventus se classifica por um ponto.
a href=”https://sensacionalfc.files.wordpress.com/2009/11/7qxca78qzvjcazs0ti5campj5z5ca2d0d64cagd85awcaxa21otca5bp1a8cahg88p4ca1s9p7fcabklfi4ca5n7x60ca4pucoocan8v8hjcaybypyocad0ew6qcacue4uvcazvk7o0caz9aknf.jpg”>
1 Bordeaux 13
2 Juventus 8
3 Bayern de Munique 7
4 Maccabi Haifa 0

Grupo B: Manchester United(ING) – Wolfsburg(ALE) – CSKA(RUS) – Besiktas(TUR)
Mesmo jogando em Old Trafford e já garantido na fase de Oitavas-de-Final, o Masnchester United sofreu a primeira derrota nessa Liga dos Campeões. E foi diante do lanterna do grupo. Os turcos, que mesmo com a vitória fora de casa só se classificam em caso de um milagre, bateram o time inglês por 1 a 0 e mesmo assim permaneceram na última posição com quatro pontos. Para o Besiktas conseguir se classificar, precisa golear o CSKA e ainda torcer para que o Manchester vença, com o maior número de gols possível, o Wolfsburg.
Por falar em CSKA e Wolfsburg, as duas equipes se enfrentaram em Moscou e o time da casa levou a melhor. Depois de sair atrás no marcador, os russos conseguiram a virada e dividem a segunda posição com os alemães. Na última rodada, Besiktas X CSKA e Wolfsburg X Manchester.
1 Man. United 10
2 Wolfsburg 7
3 CSKA Moscou 7
4 Besiktas 4

Grupo C: Real Madrid(ESP) – Milan(ITA) – Olympique Marselha(FRA) – Zurique(SUI)
E o Milan voltou a tropeçar em seu estádio. Em plano San Siro, os comandados de Leonardo enfrentaram muitas dificuldades e não conseguiram superar o Olympique de Marselha. O resultado de 1 a 1 não foi bom para o time milanista que vê a sua classificação correr risco. Já os franceses, ainda estão em terceiro, fora da zona de classificação. Porém, apenas um ponto atrás do Milan. Por outro lado, o time da capital italiana decidirá seu futuro na competição diante do já eliminado Zurich, da Suiça, na última rodada. Por falar em Zurich, os suiços foram até Madri, enfrentar os galáticos do Real, que contaram com o retorno de Cristiano Ronaldo, que entrou no segundo tempo depois de 56 dias afastado por lesão. Mas nem precisou de muito do seu brilho, não. Em ritmo diminuído, o time da casa bateu os visitantes por 1 a 0 e se isolaram na liderança do grupo. No último jogo, fora de casa contra o Olympique, precisam apenas de um empate para se garantir nas Oitavas.
1 Real Madrid 10
2 Milan 8
3 Olympique de Marselha 7
4 FC Zurich 3

Grupo D: Chelsea(ING) – Porto(POR) – Atlético Madrid(ESP) – Apoel(CHP)
E os azuis de Londres parecem não se cansar de vencer nessa temporada da Liga. Mesmo já classificados para a próxima fase, o Chelsea foram até Portugal e não se intimidaram pelos anfitriões do Porto. Resultado: 1 a 0 e topo da tabela assegurado. Mas o mau desempenho dos rivais de grupo D não causou muita preocupação também nos portugueses. Os já eliminados Atlético de Madrid e Apoel se enfrentaram no Chipre, e permaneceram sem conquistar nenhuma vitória sequer. Ou seja, Chelsea, em primeiro, e Porto, em segundo, e o grupo D já está definido.
<
1 Chelsea 13
2 Porto 9
3 Atlético de Madri 3
4 Apoel 2

Grupo E: Lyon(FRA) – Liverpool(ING) – Fiorentina(ITA) – Debreceni(HUN)
Supreendentemente, o Liverpool precisava de um milagre para conseguir a classificação no grupo E. E ele não aconteceu. Indo para o tudo ou nada, os Reds foram até a Hungria encarar o Debreceni, já eliminado, e conseguiram a vitória. 1 a 0. Até aí, tudo ia bem. Só que a equipe inglesa ainda esperava um empate na partida entre Lyon e Fiorentina para poder definir as vagas na última rodada. E isso não aconteceu. Os italianos superaram os franceses também pela diferença mínima e isso fez com que o time comandado por Rafa Benítez se despedisse com bastante antecedência do maior campeonato de clubes do mundo. Na última rodada, Lyon X Debreceni e Liverpool X Fiorentina decidem quem fica em primeiro e quem fica em segundo.
1 Fiorentina 12
2 Lyon 10
3 Liverpool 7
4 Debreceni 0

Grupo F:Barcelona(ESP) – Internazionale(ITA) – Dínamo Kiev(UCR) – Rubin Kazan(RUS)
Em um dos maiores clássicos do mundo, Barcelona e Internazionale se enfrentaram no Camp Nou. E o domínio foi total dos anfitriões. O time de Júlio César, Maicon e cia., deixou muito a desejar, não conseguiu se equiparar com o time catalão e acabou derrotada por 2 a 0. Mesmo sem o craque Lionel Messi, o Barça tomou as iniciativas desde o início, e contou com as atuações pouco inspiradas dos atacantes da Inter, em especial Etoo, que voltava a Barcelona pela primeira vez depois de deixar o clube e foi muito aplaudido pela torcida, não e se preocupava muito mais em se defender do que criar chances de gol. Com a vitória, o Barcelona chegou aos 8 pontos e pode até perder por um gol de diferneça na última partida que mesmo assim consegue a vaga. No outro jogo da chave, debaixo de um frio impressionante de 0 grau, Rubin Kazan e Dínamo Kiev ficaram no empate sem gols e equilibraram ainda mais o grupo mais equilibrado dessa primeira fase. Todos ainda tem chances de classificação. Na última rodada, Dínamo Kiev X Barcelona e Inter X Rubin.

1 Barcelona 8
2 Inter de Milão 6
3 Rubin Kazan 6
4 Dínamo de Kiev 5

Grupo G: Sevilla(ESP) – Rangers(ESC) – Stuttgart(ALE) – Unirea(ROM)
Surpresa no grupo G. O líder Sevilla sofreu e acabou perdendo a primeira nessa temporada da Liga dos Campeões. Em duelo ocorrido em Bucareste, os romenos do Unirea jogaram como uma final de Copa do Mundo e conseguiram bater os espanhóis por 1 a 0. Fazendo a sua parte, o Unirea ficou no aguardo, torcendo por uma derrota do Stuttgart, para assim ainda manter esperanças de se classificar para as Oitavas. Mas em Glasgow, na Escócia, o Rangers acabou caindo diante dos alemães. 2 a 0 Stuttgart e a única certeza é a eliminação dos romenos. Stuutgart e Rangers disputarão a segunda vaga, já que o Sevilla está com a vaga assegurada. Na última rodada, Stuttgart X Unirea e Sevilla X Rangers.
1 Sevilla 10
2 Unirea Urziceni 8
3 Stuttgart 6
4 Rangers 2

Grupo H: Arsenal(ING) – Olimpiakos(GRE) – AZ Alkmaar(HOL) – Standard Liége(BEL)
Com direiro a retorno e golaço de Denílson, afastado por longo tempo devido a contusão, o Arsenal venceu mais uma e está mais do que garantido nas Oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa. O volante ex-são paulino estava ha dois meses de fora da equipe do Arsenal, completava seu centésimo jogo com a camisa dos Gunners e não poderia receber presente melhor. Com uma pancada de fora da intermediária, Denílson abriu o caminho para o time de Londres conquistar os três pontos e assegurar a vaga. No final, 2 para o Arsenal, 0 para o Standard Liége. No outro jogo do grupo, AZ Alkmaar e Olimpiakos, comandado por Zico, ficaram no 0 a 0 e o time do técnico brasileiro precisa apenas de um ponto para se classificar.

1 Arsenal 13
2 Olympiacos 7
3 Standard Liège 4
4 AZ Alkmaar 3

Flu pode cair e ser campeão ao mesmo tempo…


Se no Brasileirão, as coisas não vão bem, apesar da inacreditável recuperação vigente, na Copa Sulamericana, o Fluminense vai muito bem, obrigado! Simplesmente na decisão do torneio.
Depois de passar pelo Flamengo na primeira fase, o tricolor carioca eliminou Alianza Atlético, do Peru, Universidad, do Chile e Cerro Porteño, do Paraguai, antes de chegar à final.
E, curiosamente, o adversário do Flu na decisão será o mesmo que atrapalhou a vida dos cariocas na Libertadores de 2008. Na final, em pleno Maracanã, no jogo de volta, os equatorianos da LDU tiraram o título dos donos da casa, nos pênaltis.
E, dessa vez, a LDU vem ainda mais embalada. Após ser derrotada no primeiro jogo da semifinal, diante do River Plate(URU), no Uruguai, os equatorianos aplicaram nada mais, nada menos, que 7 a 0 e vaga garantida na finalíssima.
A classificação do Flu também foi emocionante. Depois de vencer fora de casa por 2 a 1, os comandados de Cuca perdiam por 1 a 0 e se viam obrigados e decidir a vaga nos pênaltis. Até os 47 minutos, quando o zagueiro Gum igualou. E ainda deu tempo do garoto Alan acertar um contra-ataque, tirar o goleiro e empurrar para dentro, aos 50 minutos, garantindo o Fluminense na final. A marca negativa do jogo foi a briga generalizada entre os jogadores após o término da partida.
Com a recuperação impressionante da equipe no Campeonato Brasileiro e com a fase sensacional do atacante e capitão Fred, o Flu vai mais forte do que nunca em busca desse título internacional.

LDU e Fluminense se enfrentam nessa quarta-feira, no Estádio Casablanca, em Quito, às 21h50.

O campeão não ganhou…classificação e resultados


A não ser que o Internacional consiga um feito miraculoso nas últimas duas rodadas, o campeão brasileiro de 2009 não foi bem na trigésima sexta rodada.
O São Paulo perdeu. Mas parece que a sorte de campeão, que foi citada aqui em alguns momentos do torneio para o time do Palmeiras, parece que, assim como Muricy Ramalho, pulou o muro.
Em partida emocionante no estádio do Engenhão, o Tricolor paulista poderia disparar na frente e colocar ao menos uma mão na taça de Campeão Brasileiro.
Debaixo de uma calor fortíssimo, o Botafogo tomou a iniciativa desde o começo e mostrou que estava disposto a surpreender o líder para fugir da ameaça constante de rebaixamento. Tanto que, aos 14 minutos jogados, o garoto Jóbson, começou a mostrar do que era capaz. Se movimentando muito, o camisa 9 botafoguense dominou na esquerda, partiu para cima de Renato Silva, ajeitou para o pé direito e soltou um balasso na gaveta, sem chance alguma para Rogério Ceni. Daqueles que os mais maldosos diriam que ele não acerta nunca mais. E dificilmente acertaria mesmo. 1 a 0 Botafogo.

Após o gol, os donos da casa caíram na besteira de se acomodar, e viram o São Paulo crescer. É certo que os sãopaulinos também não criavam a ponto de ser merecedores do gol de empate. Mas conforme o tempo ia passando, os paulistas iam melhorando e chegaram ao empate no final da primeira etapa. Aos 49 minutos, Júnior César cruzou da esquera, na cabeça de Washington, que conferiu e igualou o placar.

No segundo tempo, o jogo ainda ganhou em emoção. o Fogão voltou com a mesma diisposição em alcançar a vitória, mas, desatento, deu espaços e o Tricolor aproveitou logo no início. Aos 10 minutos, depois de arremesso lateral, Washington protegeu e fez o ‘pivô’ para Jorge Wagner que entrou batendo e virando o jogo.
O gol fez os botafoguenses acordarem. E a sorte dos mandantes foi encontrar o gol três minutos depois. Novamente Jobson avançou em meio a zaga sãopaulina, se atrapalhou, se enrolou, ela pegou na zaga, voltou para ele e ele acionou Renato, praticamente em cima da linha, só empurrou de cabeça.
Aos 25, Richarlyson parou o contra-ataque carioca e, sendo o último homem da defesa, foi expulso. Aos 38, foi a vez do zagueiro Juninho, ex-São Paulo, entrar forte em Jorge Wágner e receber o cartão vermelho. Parecia que ia ficar assim mesmo. Mas não ficou.
Aos 44 minutos, adivinha quem? Jóbson. O garoto recebeu no mano-a-mano com o grande Miranda. Limpou o zagueiro da Seleção e bateu forte, mais uma vez não dando chances a Rogério Ceni. Botafogo 3 x 2 São Paulo.

E a ‘sorte de campeão’ se fez nítida no jogo do Maracanã. Com o maior estádio do país lotado, e com uma festa maravilhosa dos rubro-negros, o Flamengo precisava apenas de uma simples vitória contra o Goiás para assumir a liderança. Jogou mais tarde que o São Paulo e, portanto, já sabia o que precisava fazer, e era só isso. Uma simples vitória. Que não veio. O Goiás mostrou um futebol de extrema qualidade e segurou os cariocas, que nem criaram muitas chances devido a qualidade das intervenções goianas. E ficou por isso mesmo. 0 a 0, e o Flamengo, que encara Corinthians e Grêmio, volta a depender, além de suas forças, de algum tropeço do São Paulo, que tem Goiás e o já morto Sport, como seus dois últimos compromissos.

Nos outros jogos, destaque para o Corinthians, que manteve vivo o sonho do Náutico de permanecer na Série A, ao ser derrotado, com Ronaldo e cia., em pleno Pacaembu, de virada. O Inter, que foi até o Mineirão e bateu o Atlético/MG, se aproximando da vaga na Libertadores e ainda sonhando com um distante título. E o Fluminense…ee Fluminense. Que fase! Tudo bem, ainda nem saiu da zona do rebaixamento, mas a seqüência de simplesmente treze vitórias consecutivas impressiona e faz com que os tricolores cariocas sejam merecedores de permanecer na elite do futebol brasileiro.

Rodada 36
Qua, 18/11/2009
Grêmio 2×0 Palmeiras

Sáb, 21/11/2009
Corinthians 2×3 Náutico
Atlético-PR 1×1 Cruzeiro

Dom, 22/11/2009
Santos 4×0 Coritiba
Santo André 4×2 Avaí
Sport 0x3 Fluminense
Botafogo 3×2 São Paulo
Flamengo 0x0 Goiás
Vitória 2×1 Barueri
Atlético-MG 0x1 Internacional

1 São Paulo 62
2 Flamengo 61
3 Internacional 59
4 Palmeiras 59
5 Atlético-MG 56
6 Cruzeiro 56
7 Avaí 53
8 Grêmio 52
9 Goiás 51
10 Corinthians 49
11 Barueri 48
12 Santos 48
13 Vitória 47
14 Coritiba 44
15 Atlético-PR 44
16 Botafogo 44
17 Fluminense 42
18 Santo André 38
19 Náutico 38
20 Sport 31

Vasco, Ceará, Guarani e Atlético/GO na Primeira Divisão em 2010!!!


Mesmo faltando uma rodada para o término do Campeonato Brasileiro da Série B, já estão definidas as quatro equipes que voltarão para a principal divisão do futebol nacional. Na tarde desse sábado aconteceu a penúltima rodada e três times se uniram ao Vasco e garantiram acesso para a Primeira Divisão.
O jogo que definiu as vagas curiosamente não envolveu nenhuma das equipes classificadas. E aconteceu no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O Figueirense precisava da vitória diante dos cariocas do Duque de Caxias para continuar na briga, porém os catarinenses não foram bem e acabaram derrotados por 2 a 1. Com isso, a vida ficou fácil para os concorrentes.
Em Caxias do Sul, o Atlético/GO não se intimidou ao atuar fora de casa contra o Juventude. 3 a 1 para os goianos e vai disputar a primeira divisão pela quarta vez na história – as outras foram em 1979, 1980 e 1986.

O Ceará, que garantiu o retorno para a Série A depois de 17 anos, foi outra equipe que fez a festa longe de casa. Os cearenses foram até Campinas e virou o jogo para cima da Ponte Preta. 2 a 1 e festa do ‘Vovôzão’.
Já os paulistas do Guarani não precisaram nem vencer para comemorar o acesso. Jogando em Pituaçu, o Bugre foi derrotado pelo Bahia por 2 a 0, mas nãao perde mais sua vaga na última rodada. O Guarani volta á elite depois de seis anos e no mesmo ano em que foi rebaixada para a Segunda Divisão no Campeonato Paulista. De quebra, com a vitória, o Bahia confirmou o retorno da boa fase e afastou o perigo de rebaixamento para a Terceira Divisão.

Perigo esse, de rebaixamento para a Série C, que foi confirmado para outro grand eclube do futebol brasileiro. O Fortaleza, atuando em pleno Castelão, foi surpreendido pelo São Caetano. 2 a 1 para o Azulão e confirmada assim a queda do tricolor cearense, que disputará a Terceira Divisão, assim como os já rebaixados Campinense e ABC.

A última rodada do Brasileiro Série B será disputada no próximo sábado, dia 28.

Rodada 37
Sáb, 21/11/2009
Ponte Preta 1×2 Ceará
Bragantino 1×2 Brasiliense
América-RN 1×0 Ipatinga
Bahia 2×0 Guarani
Vasco 0x1 Portuguesa
Juventude 1×3 Atlético-GO
Figueirense 1×2 Duque de Caxias
Vila Nova 2×2 Paraná
Fortaleza 1×2 São Caetano
Campinense 3×1 ABC

1 Vasco 76
2 Ceará 67
3 Guarani 66
4 Atlético-GO 65
5 Portuguesa 61
6 Figueirense 60
7 Ponte Preta 52
8 Paraná 52
9 São Caetano 51
10 Duque de Caxias 51
11 Bragantino 50
12 Vila Nova 49
13 Bahia 48
14 América-RN 45
15 Brasiliense 45
16 Ipatinga 45
17 Juventude 44
18 Fortaleza 37
19 Campinense 36
20 ABC 35

Anúncios